Notícias
0

Startup brasileira de bioinsumo espera crescer 40% em 2023 

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

(Notícias para o Agro)

Com capacidade de aumentar a produtividade e reduzir impactos ambientais, os bioinsumos são a aposta para o futuro. Com isso, a AMD Agro estima crescimento exponencial em suas ofertas até o final de 2023

Nos últimos anos, o mercado de bio insumo vem se tornando cada vez mais presente na agricultura – apresentando crescimento vigoroso no Brasil. Segundo informações da CropLife Brasil, o segmento é amplo e movimenta cerca de R$ 675 milhões – são 50 milhões de hectares utilizando a variedade de produtos biológicos para o desenvolvimento das plantas e no controle de pragas e doenças. A estimativa é que até 2025, o país passe a ser o segundo maior mercado consumidor de bio insumos, conforme informações da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Em nível global, o sucesso do segmento deve continuar pelos próximos anos. De acordo com a empresa de pesquisa de mercado Research and Markets, o setor de insumos biológicos deverá alcançar faturamento de US $18,5 bilhões até 2026, um crescimento de 74%. Já os defensivos químicos, devem ter um aumento de apenas 3,7% no período.

Benefícios do uso de insumos biológicos

A prática de utilizar insumos biológicos nas lavouras apresenta grandes vantagens para os produtores – isso porque os produtos possuem tanto benefícios ambientais, como econômicos. Os bioinsumos contêm baixa toxicidade e são biodegradáveis, esses são fatores que promovem a sustentabilidade na agricultura e reduz os impactos se comparados aos agroquímicos comuns.

“Os bioinsumos são produtos feitos a partir de microrganismos, ou ainda materiais vegetais, orgânicos e naturais. O uso deles nos dias atuais têm sido uma das melhores estratégias para os fazendeiros, pois podem apresentar, em média, entre 3 e 30% de aumento de produtividade, ou apresentar retorno de investimento de 150 a 500%, dependendo do bionsumo e da cultura”, afirma Bernardo Arnaud, co-fundador da AMD Agro.  “Além da alta capacidade de retorno financeiro tanto para on-farm, quanto para o consumidor, podemos destacar que os benefícios são tremendamente positivos, principalmente, para combater pragas e doenças, melhorar a fertilidade do solo e a disponibilidade de nutrientes para as plantas”, comenta.

Como exemplo de bioinsumos estão os agentes biológicos de controle, bioestimulantes, biofertilizantes, condicionadores biológicos de ambientes e os inoculantes biológicos. Arnaud ainda destaca que para uma completa eficácia nas culturas, a avaliação de qualidade do inoculante é fundamental. “Cada cultura tem os bioinsumos que deles ela melhor se beneficia e, se bem utilizados, são uma arma tremenda para o produtor rural”, declara Arnaud.

Estratégia de crescimento da AMD Agro

Fundada em 2019 por Bernardo Arnaud e Yuri Maggi, a AMD Agro é uma startup brasileira, focada em soluções inovadoras para o agronegócio e que visa uma agricultura sustentável ao alcance de todos. De acordo com Yuri Maggi, CEO da AMD Agro, hoje a empresa trabalha com venda de insumos agrícolas biológicos e minerais, venda de equipamentos para biofábricas on-farm, consultoria para projetos de construção de biofábricas e consultoria de cálculo de pegada de carbono em lavouras. “A AMD Agro se preocupa com a saúde do solo, das plantas e dos produtores rurais. Por isso, desenvolvemos, promovemos e vendemos produtos biológicos ou minerais sem química oriunda do petróleo, que incentivam a economia circular”, explica.

Com cerca de 4 anos no mercado, a AMD Agro possui 36 biofábricas on-farm instaladas e mais de 600 mil hectares tratados com o seu portfólio de bioinsumo. Com clientes presentes no Brasil todo, a empresa se destaca principalmente no Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Minas Gerais, Bahia, Mato Grosso e Rio Grande do Sul.

“Nos últimos anos, a AMD Agro cresceu uma média de 25% na receita financeira, o que nos faz perceber não só o sucesso do mercado, mas também dos produtos que trabalhamos. Para 2023, a expectativa é sair de 36 para 72 biofábricas on-farm instaladas, e aumentar para 800.000 o número de hectares que utilizam os nossos produtos. Com isso, a perspectiva é que o faturamento cresça mais 40% até o fim deste ano”, finaliza Maggi.

Sobre a AMD Agro

AMD Agro, startup brasileira focada em soluções inovadoras para o agronegócio, foi fundada no ano de 2019, em Mato Grosso, com o propósito de levar a agricultura sustentável para o solo, plantas e a todos os produtores rurais do Brasil. A empresa trabalha com desenvolvimento e venda de produtos biológicos ou minerais sem química oriunda do petróleo, que incentivam a economia circular, além de consultorias para projetos de construção de biofábricas on-farm e cálculo de pegada de carbono em lavouras. Com clientes presentes no Brasil todo, hoje a AMD Agro possui 36 biofábricas on-farm instaladas e mais de 600 mil hectares tratados com o seu portfólio de bioinsumo.

Fonte: Portal do Agronegócio

Informações para Imprensa – Agência Nyo

Andressa Borges – [email protected] | (11) 99700-8828

 

*Conteúdo produzido por terceiros. A equipe Agro Insight não se responsabiliza pelas informações.

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
LinkedIn
YouTube
Instagram