Informe-se e compartillhe! Sobre o mundo agro: Monitoramento de lavoura, mercado, clima, eventos e cursos agro

plantação de frutas

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

Neste post publicamos itens gerais referentes ao mundo do agronegócio, entre eles: monitoramento das lavouras, informações sobre mercado e economia, previsões de chuva e clima em todas as regiões do Brasil, diversos cursos e eventos agro.

GERAIS

Monitoramento Semanal das Condições das Lavouras (atualizado em 5 de fevereiro de 2024)

Produção de grãos na safra 2022/23 pode chegar a 308 milhões de toneladas

Fonte da imagem: agro 2 08/02/2024

Destaques da semana

Arroz – 98,7% das áreas já estão semeadas. No Rio Grande do Sul, as plantações foram beneficiadas pela intensidade da luz solar, enquanto as reservas de água são adequadas para a irrigação. Em Santa Catarina, a colheita começou nas áreas mais adiantadas. No Maranhão, a fase de semeadura está quase completa. Em Goiás, cerca de 5% das áreas sob pivôs já foram colhidas. No Tocantins, os reservatórios atingiram níveis ideais para a captação de água, o que está beneficiando as plantações tardias. Em Mato Grosso, a semeadura foi finalizada, e as chuvas têm favorecido o desenvolvimento das plantações. A colheita já está em andamento.

Algodão  – O plantio do algodão atingiu 88,7%. Em Mato Grosso, as condições climáticas foram favoráveis para a semeadura e para o crescimento vegetativo das plantações. Na Bahia, há um florescimento precoce nas lavouras devido ao estresse hídrico. No entanto, de maneira geral, o desenvolvimento das plantações é satisfatório. Em Mato Grosso do Sul, as plantações começaram a florescer. Tanto no Maranhão quanto em Goiás, as plantações estão em condições favoráveis. Em Minas Gerais, há um atraso perceptível no plantio e no desenvolvimento das lavouras. Em São Paulo, a escassez de chuvas e as altas temperaturas contribuíram para o aumento da incidência de pragas. No Piauí, as plantações de sequeiro estão em boas condições.

Feijão 1ª safra – Até o momento, 28,9% da colheita foi realizada. No Paraná, o clima mais seco, com chuvas intermitentes, tem sido benéfico para a colheita e o desenvolvimento das plantações. As lavouras estão em processo de maturação, com uma pequena parte em fase de enchimento de grãos. Na Bahia, o plantio foi concluído. As chuvas regulares e as temperaturas moderadas facilitaram o estabelecimento das lavouras e reduziram a incidência de pragas, como a mosca branca. No Piauí, as chuvas foram irregulares e escassas. No norte do estado, as precipitações foram baixas e limitaram o avanço do plantio. No Rio Grande do Sul, metade da área total já foi colhida. As áreas restantes estão principalmente no sul e no planalto superior, onde o plantio é mais tardio. As condições dessas lavouras são consideradas boas. Em Santa Catarina, o clima tem favorecido o progresso da colheita e dos cuidados culturais nas plantações em desenvolvimento.

Milho 1ª SafraAté o momento, foi colhido 13,8% da safra. Em Minas Gerais, o início da colheita apresentou resultados aquém do esperado devido às condições climáticas adversas. No Rio Grande do Sul, a colheita está sendo favorecida pelo tempo seco, embora as produtividades estejam abaixo do potencial. As plantações mais tardias estão se desenvolvendo satisfatoriamente. Na Bahia, o plantio foi concluído, mas a irregularidade das chuvas causou atrasos no desenvolvimento das plantações. No Piauí, o plantio no sudoeste foi finalizado e as plantações estão em boas condições. No Paraná, as condições climáticas estão auxiliando no progresso da colheita, embora a redução das chuvas esteja afetando parte das plantações em fase de enchimento de grãos. Em Santa Catarina, as primeiras áreas colhidas mostram uma redução no potencial produtivo. No Maranhão, o plantio está em andamento e as chuvas têm favorecido o desenvolvimento das plantações. Em Goiás, as chuvas têm beneficiado as plantações em fase de enchimento de grãos. No Pará, o plantio está atrasado devido à irregularidade das precipitações.

Milho 2ª SafraAté o momento, 19,8% da segunda safra de milho foi semeada. Em Mato Grosso, a redução nas chuvas tem favorecido tanto o plantio quanto o desenvolvimento inicial da cultura. No Paraná, o estabelecimento inicial da cultura está sendo considerado satisfatório. Em Mato Grosso do Sul, há dificuldades na implantação da cultura devido à baixa umidade do solo em algumas áreas. Em Goiás, as chuvas têm beneficiado o estabelecimento inicial das lavouras. Em Minas Gerais, o plantio foi iniciado. No Maranhão, o plantio está ocorrendo na região de Balsas e está sendo favorecido pelas precipitações

Soja

Fonte: CONAB. Boletim de monitoramento semanal das condições da lavoura de 05/02/2024

Mercado e Economia Agro: preços da soja no mercado nacional e internacional às vésperas dos relatórios do USDA e Conab.

O clima favorável na América do Sul e a demanda fraca nos Estados Unidos contribuíram para que os valores atingissem o patamar mais baixo desde dezembro de 2020. No Brasil, o mercado da soja teve um dia com negociações limitadas. Houve algumas transações isoladas, mas, de modo geral, poucas ofertas foram observadas.

soja mercado dinheiro ChicagoOs produtores estão cautelosos, analisando os custos e segurando as vendas na expectativa de melhores preços. No âmbito internacional, a Bolsa de Chicago teve uma queda significativa, enquanto o dólar se manteve estável, influenciando os preços internos que permaneceram estáveis ou ligeiramente mais baixos.

Os participantes do mercado aguardam os relatórios do USDA, programados para serem divulgados nesta quinta-feira (8), às 14h, para tomar decisões mais assertivas. Confira os preços internos da soja em algumas regiões:

 

  • Passo Fundo (RS): de R$ 118 para R$ 115
  • Região das Missões: de R$ 117,50 para R$ 114,50
  • Porto de Rio Grande: de R$ 123 para R$ 120
  • Cascavel (PR): de R$ 110 para R$ 108
  • Porto de Paranaguá (PR): de R$ 119 para R$ 117
  • Rondonópolis (MT): de R$ 104 para R$ 102
  • Dourados (MS): de R$ 103 para R$ 102
  • Rio Verde (GO): R$ 101

Na Bolsa de Chicago, os contratos futuros da soja fecharam em queda, refletindo o clima favorável na América do Sul, a baixa demanda nos Estados Unidos e as expectativas em relação aos relatórios do USDA e Conab.

Amanhã, os olhares estarão voltados para a nova estimativa de safra do Brasil pela Conab e a revisão do número pelo USDA, que no mês passado apresentou estimativas bem acima das projeções das consultorias privadas. A Safras projeta produção de 151,35 milhões de toneladas. A proximidade do feriado do Ano Lunar na China também adicionou pressão sobre os preços, já que o país asiático é o maior comprador mundial da oleaginosa, indicando um período de demanda mais fraca.

Fonte – texto e imagem: canal rural 08/02/2024

O mapa abaixo expressa a previsão de chuvas para o período de 05/02 a 12/02/2024

INFORMATIVO METEOROLÓGICO N°5/2024

Boletim metereológico – de 31 de janeiro a 4 de fevereiro de 2024

Fonte do texto e imagem: INMET 08/02/2024 INFORMATIVO METEOROLÓGICO N°5/2024

Região Norte – Nos últimos cinco dias, os maiores registros de chuva na Região Norte foram observados em áreas do Pará, Amazonas e Acre, com valores acima de 120,0 mm. Destacam-se Altamira (PA), com 178,8 mm, Cametá (PA) com 172,9 mm, Tomé Açu (PA) com 132,0 mm, Humaitá (AM) com 130,2 mm e Cruzeiro do Sul (AC) com 118,6 mm. No centro-norte de Roraima e norte do Amapá, não foram registradas chuvas significativas. Nas demais áreas, os volumes de chuva ficaram abaixo de 100 mm.

Região Nordeste – Na maior parte da Região Nordeste, não houve chuvas nos últimos cinco dias, exceto no Estado do Maranhão, com acumulações de até 88,8 mm em Zé Doca (MA), 83,2 mm em Imperatriz (MA) e 58,2 mm em Balsas (MA). Em áreas do Piauí e Bahia, os acumulados foram menores que 25 mm.

Regiões Centro-Oeste e Sudeste – Nas Regiões Centro-Oeste e Sudeste, os maiores volumes de chuva foram concentrados em áreas de Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais, com mais de 100,0 mm. Destaques para S. J. do Rio Claro (MT) com 158,6 mm, Sorriso (MT) com 134,0 mm, Aragarças (GO) com 125,4 mm, Carlinda (MT) com 112,4 mm, Jataí (GO) com 110,0 mm e Unaí (MG) com 98,0 mm. Em outras áreas, os volumes foram inferiores a 80,0 mm. Pontualmente, no Mato Grosso, São Paulo e sul do Mato Grosso do Sul, não foram registradas chuvas nos últimos cinco dias.

Região Sul – foram registradas chuvas moderadas em áreas do Paraná, norte de Santa Catarina e região central do Rio Grande do Sul, com valores acima de 30,0 mm, atingindo 88,6 mm em Curitiba (PR), 56,8 mm em Itapoá (SC) e 42,0 mm em Santa Maria (RS). Em outras regiões, não foram observadas chuvas nos últimos dias.

Eventos e cursos do Agro

DATA DE INÍCIO: 19 de fevereiro de 2024 08:00
DATA DE TÉRMINO: 1 de março de 2024 18:00
CATEGORIA: Curso
Mais informações e inscrições: Agroagenda 08/02/2024
Evento presencial
Taxa de inscrição: 2.500,00
DATA DE INÍCIO: 26 de fevereiro de 2024 18:30
DATA DE TÉRMINO: 27 de fevereiro de 2024 20:00
CATEGORIA: Congresso
Mais informações e inscrições: Agroagenda 08/02/2024
Evento online 
Taxa da inscrição: Estudante de graduação – R$ 39,99
Estudante de pós-graduação: R $49,99
Inscrições profissional – R$ 54,99
Grupo de três pessoas – R$ 29,99
DATA DE INÍCIO: 14 de fevereiro de 2024 08:30
DATA DE TÉRMINO: 17 de fevereiro de 2024 20:00
CATEGORIA: Feiras agro
LOCAL: Rodovia BR 282, Km 580. Bairro Industrial, Pinhalzinho – Santa Catarina – Pinhalzinho – SC – Santa Catarina (SC)
Mais informações e inscrições: Agroagenda 08/02/2024
Evento presencial e gratuito 
DATA DE INÍCIO: 20 de fevereiro de 2024 09:00
DATA DE TÉRMINO: 20 de fevereiro de 2024 17:00
CATEGORIA: Webinar
Mais informações e inscrições: Agroagenda 08/02/2024
Evento online e gratuito 
                                                                                                                                       
DATA DE INÍCIO: 19 de fevereiro de 2024 08:00
DATA DE TÉRMINO: 22 de fevereiro de 2024 18:00
CATEGORIA: Congresso
LOCAL: Show Rural Coopavel – BR-277, em Cascavel – PR
Mais informações e inscrições: Agroagenda 08/02/2024
Evento gratuito 
DATA DE INÍCIO: 27 de fevereiro de 2024 08:00
DATA DE TÉRMINO: 1 de março de 2024 12:00
CATEGORIA: Congresso
LOCAL: Universidade Federal de Alagoas – Campus de Arapiraca – Av. Manoel Severino Barbosa – Bom Sucesso, Arapiraca – Alagpas, 57309-005
Mais informações e inscrições: Agroagenda 08/02/2024
Evento presencial e gratuito 

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: Arroz, chuva, clima, Eventos e cursos agro, feijão, Mercado Agro, milho, Monitoramento de lavoura, Safra, soja

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
LinkedIn
YouTube
Instagram