AgronegóciosEspecialistasProf. Dr. Omar Sabbag
0

Super safra de grãos e fibras dos produtores baianos

Agro Insight
Agro Insight
Super safra de grãos e fibras dos produtores baianos
/

(Transcrição Podcast)

Olá Todos!

Vamos a mais um podcast Agro em Destaque em parceria com Agro Insight, conteúdo de qualidade disponível em um só lugar!

Vamos ao nosso pode de hoje falando sobre a produção, na verdade, a super safra dos produtores baianos. Então, recentemente em reunião ocorrida na sede da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia que é o AIBA, o conselho técnico da entidade realizou o segundo levantamento da safra 2020/2021 e a apuração revelou mais uma excelente colheita de grãos e fibras na região oeste, com direito a recorde de produtividade. Nesse sentido a região alcança destaque nacional na safra de soja superando a produção de 2017/2018, e pelo volume do milho já colhido, espera-se confirmar mais um grande resultado.

Este cenário indica consolidação da agricultura no Oeste baiano e isto se deve as condições climáticas favoráveis e ao intenso investimentos em tecnologias e técnicas de manejo.

A soja continua alcançando números expressivos, registrando pelo seu segundo ano consecutivo como maior produtor mundial do grão. Desta vez, os campos cultivados com a oleaginosa somam 1,7 milhão de hectares, nos quais foram produzidas quase 7 milhões de toneladas, com isso a Bahia foi novamente a campeã nacional de produtividade, atingindo uma média de 67 sacas por hectare. Já a produção de milho na temporada 2020/2021, que ainda está em andamento, deve superar os números da safra anterior, representando uma média de 180 sacas por hectare e um volume final de quase dois milhões de toneladas. Isto expressando um aumento de 16% do total produzido e um pouco mais de 9% de acréscimo na produtividade.

Em relação aos preços, a previsão é que o milho continue valorizado devido às incertezas sobre o volume a ser produzido na segunda safra e o interesse do mercado interno aquecido. No início de abril, o produto estava cotado a R$ 73,75 a saca, já no início de maio, já estava comercializada a R$ 85,00.

Para a cultura da soja a demanda no mercado externo fez com que o valor da saca disparasse, ficando acima dos R$ 160,00. Por outro lado, os produtores estão preocupados com o clima em várias regiões produtivas do país, que pode impactar na produtividade média das lavouras de segunda safra de milho. Além disso, a elevação dos custos de insumos mecânicos minerais e biológicos pode parecer a produção no próximo ciclo reduzindo a margem de lucro e aumentando o risco na atividade agropecuária.

Assim, a produção das principais commodities representa não somente a Bahia em seu destaque em termos de produtividade, mas também ao país em suas demais regiões produtoras o que contribui com as suas exportações e a elevação do saldo da balança comercial brasileira.

Parabéns ao Agro como um dos principais pilares para nossa economia!

Muito obrigado a todos! Acompanhe as nossas podcast e também sigam no canal Agro Insight do Instagram.

Professor Omar Sabbag

Um grande abraço a todos!

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: , , , ,

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

setembro 2021
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
LinkedIn
YouTube
Instagram
Menu