Eventos AgroGestãoMercado
0

Liderança feminina: Programa completa 4 anos

pessoa

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

Programa de liderança feminina da SLC Agrícola completa quatro anos e reforça protagonismo da mulher no setor

Projeto iniciado em 2020 será ampliado para todas as mulheres da companhia e tem como meta estimular a participação feminina no campo

Com o objetivo de desenvolver e formar mulheres para ocupar posições executivas, de gestão e no campo, a SLC Agrícola criou, em 2020, o Programa Liderança Feminina. Desde então, a empresa registrou um crescimento de 75% em cargos de liderança feminina e 66% em mulheres na base. Atualmente, o Programa de Estágio tem 54% de mulheres, reforçando nossa estratégia de crescimento de mulheres. Os indicadores comprovam a postura assertiva da empresa em relação à busca não somente de igualdade de gênero, mas de mudança de cenário em um setor que ainda é predominantemente masculino.

Dia da Mulher: SLC Agrícola registra aumento de 75% em cargos de liderança feminina

Juliana Vencato, gerente de Gestão de Pessoas e Comunicação Corporativa

Um levantamento da Organização das Nações Unidas (ONU) mostra que, no Brasil, 27% dos cargos de liderança são ocupados por mulheres, e, de acordo com o último Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2017, cerca de 15 milhões de mulheres vivem em áreas rurais, o que representa 47,5% da população residente no campo no Brasil. Para Juliana Vencato, gerente de Gestão de Pessoas e Comunicação Corporativa da SLC Agrícola, desenvolver lideranças femininas é trabalhar para o equilíbrio de oportunidades no topo de um dos setores mais importantes da economia brasileira. “No campo ou no escritório, as mulheres têm protagonismo ascendente. Nosso objetivo enquanto empresa é empoderar a força de trabalho feminina por meio de gerenciamento de carreira e do desenvolvimento da capacidade de diligência de suas próprias competências profissionais”, afirma.

Programa de liderança feminina da SLC Agrícola completa quatro anos e reforça protagonismo da mulher no setor - Sucesso no Campo

Beatriz Ramos, coordenadora de produção agrícola

O estudo do IBGE ainda revela que mulheres são responsáveis pela produção de 30 milhões de hectares no país, algo em torno de 8,5% de toda área ocupada em zonas rurais. A tendência de a mulher ocupar seu espaço no campo já é uma realidade dentro da SLC. A coordenadora de produção agrícola, Beatriz Ramos, comprova este cenário. “Entrei na SLC como trainee e fui incentivada pelos meus superiores a crescer dentro da empresa. Hoje sou coordenadora de produção em uma das sedes da Fazenda Pamplona, em Minas Gerais, e não vejo resistência em liderar equipes. Os desafios existem, mas sinto que há uma conscientização geral da importância do nosso papel dentro da operação. A capacidade feminina de contornar problemas e prever soluções de forma menos impulsiva são fatores a nosso favor”, completa Ramos.

Dia da Mulher: SLC Agrícola registra aumento de 75% em cargos de liderança feminina - INFORMA PARAÍBA

Vanessa Pierozan, gerente de logística e exportação

O Programa Liderança Feminina faz parte da frente Mulheres+ do Programa Semear, da SLC Agrícola, criado em 2015, que abrange outros eixos: Raça e Etnia, 50+ e LGBTQIAP+. Uma das frentes do Programa Liderança Feminina da SLC é desenvolver a carreira das mulheres desde a chegada delas à organização, oferecendo ações voltadas ao público de estagiárias, trainees, até os cargos de gestão de coordenação e gerência. A gerente de logística e exportação Vanessa Pierozan, por exemplo, ingressou na SLC em 2011 como analista e passou pelos cargos de coordenadora até chegar à sua atual posição em 2020. “Quando entrei na empresa o número de mulheres nos cargos de liderança ainda não era expressivo, mas quando vi este panorama mudando senti representatividade. Fiz a capacitação no Programa de Liderança Feminina, e ele foi fundamental para evolução da minha carreira, me trouxe ferramentas e lugar de fala. É perceptível que estamos avançando”, destaca.

O Programa Liderança Feminina é uma iniciativa permanente, e a meta é ampliar a capacitação para mais mulheres a cada ano, conforme a presença feminina aumentar em cada setor da empresa.

Sobre a SLC Agrícola    

Fundada em 1977, a SLC Agrícola é uma das maiores produtoras de commodities agrícolas do país. Possui 22 unidades de produção localizadas em sete estados brasileiros, na região do Cerrado, e matriz em Porto Alegre (RS). Produz algodão, soja e milho e se dedica à criação de gado no modelo integração lavoura-pecuária (ILP). Para a safra 2023/2024, a previsão é de uma área plantada de 652 mil hectares. Também produz e comercializa sementes de soja e algodão sob a marca SLC Sementes. Uma das primeiras empresas do agronegócio a ter ações negociadas em Bolsa de Valores (SLCE3), a SLC Agrícola compõe alguns dos principais indicadores da B3, como o IBOVESPA, IBRX100, ICO2 e ISE, entre outros. Em 2021, formalizou sua política de Desmatamento Zero.

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: agropecuária, liderança feminina, protagonismo

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
LinkedIn
YouTube
Instagram