Curadoria
0

Vazio sanitário e calendarização da semeadura da soja – Safra 2022/2023

Brasil vende o maior volume de soja aos Estados Unidos desde 2014

(Curadoria Agro Insight)

Em maio de 2021 o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou a Portaria nº 306 instituindo o Programa Nacional de Controle da Ferrugem-asiática da Soja – Phakopsora pachyrhizi (PNCFS) estabelecendo o vazio sanitário, como medida para o controle do fungo causador da ferrugem-asiática da soja e o calendário de semeadura, como medida fitossanitária para racionalização do número de aplicações de fungicidas. A Portaria nº 306 foi alterada pela Portaria nº 388, de 31 de agosto de 2021.

O vazio sanitário, de acordo com a Portaria nº 306, é o período definido e contínuo em que não se pode manter plantas vivas de soja em uma determinada área. Esse período deve ser de, pelo menos, 90 dias sem a cultura e sem plantas voluntárias no campo. O objetivo é reduzir a população do fungo no ambiente na entressafra e assim atrasar a ocorrência da doença na safra.

Anualmente os períodos de vazio sanitário serão estabelecidos pela Secretaria de Defesa Agropecuária com base nas sugestões dos Órgãos de Defesa Sanitária Vegetal. As propostas devem ser encaminhadas à coordenação nacional do PNCFS até o dia 31 de dezembro. Para o ano de 2021 permaneceram os períodos previamente estabelecidos nos estados. Para 2022 os períodos foram estabelecidos pela Portaria SDA nº 516, de 1º de fevereiro de 2022 (ver figura).

O objetivo do calendário de semeadura é reduzir o número de aplicações de fungicidas ao longo da safra e com isso reduzir a pressão de seleção de resistência do fungo aos fungicidas. Populações menos sensíveis a fungicidas inibidores da desmetilação (IDM ou triazóis), inibidores de quinona externa (IQe ou “estrobilurinas”) e inibidores da succinato desidrogenase (ISDH ou “carboxamidas”) já foram observadas no campo.

Semeaduras tardias de soja podem receber inóculo [esporos (“sementes”) do fungo] já nos estádios vegetativos, exigindo a antecipação da aplicação de fungicida e demandando maior número de aplicações. Quanto maior o número de aplicações, maior a exposição dos fungicidas e maior a chance de acelerar o processo de seleção de populações resistentes a esses fungicidas.

Para a safra 2022-2023 o calendário, para 20 estados e para o Distrito Federal, foi estabelecido por meio da Portaria SDA nº 607 de 21 de junho de 2022. As propostas de calendário em cada estado devem ser encaminhadas à coordenação nacional do PNCFS até o dia 31 de dezembro de cada ano.

PERÍODO DE SEMEADURA

BIBLIOGRAFIA E LINKS RELACIONADOS

Embrapa – Ferrugem: manejo e prevenção. Vazio sanitário e calendarização da semeadura da soja. Embrapa Soja.

 

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: ,

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
LinkedIn
YouTube
Instagram
Menu