Trabalho vencedor do DMB etapa cana-de-açúcar destaca impressionantes melhorias nos parâmetros fotossintéticos da planta

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

Essa melhoria contribui na assimilação de CO2, aumentando a fotossíntese líquida e melhorando a eficiência do uso da água

Conheça as épocas de plantio da cana de açúcar | BrasquímicaNo final de 2023 o Desafio Microbioma Brasil etapa cana-de-açúcar revelou descobertas importantes para o cultivo da cana-de-açúcar. O grande destaque do evento foi a pesquisa vencedora liderada pela equipe do Dr. Carlos Alexandre Costa Crusciol, da Unesp-Botucatu, e apresentada pela Dra. Gabriela Ferraz de Siqueira, em parceria com o Dr. Murilo de Campos da AgriResult.

O estudo revelou que a utilização da Biotecnologia Microgeo, tanto isoladamente via solo quanto associado à aplicação foliar, desencadeou melhorias impressionantes nos parâmetros fotossintéticos da cana-de-açúcar. Essa abordagem contribuiu significativamente para uma maior assimilação de CO2, aumentando a fotossíntese líquida e melhorando a eficiência do uso da água.

Um dos pontos cruciais identificados foi o aumento na atividade das enzimas de solo Arilsulfatase e Fosfatase ácida com a aplicação da Biotecnologia, evidenciando uma maior atividade microbiológica do solo. Além disso, a aplicação desse composto levou ao aumento do teor de ATR da cana-de-açúcar, com incrementos expressivos de 17% na TCH (Toneladas de Cana por Hectare) e 25% na TAH (Toneladas de Açúcar por Hectare), especialmente quando aplicado via foliar.

A Dra. Gabriela Ferraz de Siqueira, membro da equipe que fez a apresentação do experimento, compartilhou sua visão, destacando: “O manejo biológico através de produtos compostos por um pool de microrganismos benéficos em cana-de-açúcar constitui uma ferramenta cada vez mais utilizada a fim de restabelecer o microbioma e o equilíbrio biológico do solo. Seu uso pode ser mais uma alternativa para melhorar a eficiência dos fertilizantes, promover a conservação do solo e aumentar a produtividade da cana-de-açúcar de forma sustentável”.

O objetivo central do experimento foi avaliar o desenvolvimento da cana-de-açúcar, bem como os efeitos no solo e na planta em áreas tratadas via solo e foliar com a Biotecnologia Microgeo.

Segundo Caio Suppia, diretor de marketing da Microgeo e moderador do evento, a etapa cana-de-açúcar é a mais disputada do Desafio. Os vencedores nacionais das últimas edições saíram desta etapa. “É muito relevante escutar dos participantes que a cada ano surgem novas perguntas e propostas de experimentos e análises, e que a evolução no uso de biológicos é de fato uma virada de chave para a agricultura”, disse.

O Desafio Microbioma Brasil, em sua quarta edição, contempla duas etapas: regional (dividida em cerrado oeste, cerrado leste, cana-de-açúcar e sul) e nacional. Os trabalhos são avaliados por uma banca de pesquisadores renomados. Os vencedores das etapas regionais são reconhecidos com um voucher viagem e têm a oportunidade de participar da etapa nacional. Os laureados na etapa nacional ganham uma viagem com a Microgeo para participar do 5º “Plant Microbiome Symposium” que em 2024 acontece na Holanda. Idealizado pelos fundadores da Microgeo, o DMB tem como objetivo promover a prática da sustentabilidade no agronegócio e incentivar o cuidado com o solo, um verdadeiro desafio para o setor.

Sobre a Microgeo

Fundada no ano de 2000, na cidade de Limeira-SP, a Microgeo é uma empresa 100% brasileira do setor de biológicos, com foco na produção e comercialização da inovadora tecnologia MICROGEO® – um componente balanceado que nutre, regula e mantém o Processo de Compostagem Líquida Contínua (CLC). A solução é a única no mercado que maneja e restabelece o microbioma do solo, e está presente em todos os estados do Brasil, além dos países vizinhos, como Paraguai e Uruguai. A Biotecnologia Microgeo® pode ser aplicada via pulverização, fertirrigação, independente das condições climáticas em conjunto com outros insumos como defensivos químicos ou biológicos e fertilizantes. Para saber mais, visite o site da Microgeo.

Informações para Imprensa:
Alfapress Comunicações
Mariana Cremasco
MTB: 60.856/SP
19 99781-6909
mariana܂cremasco@alfapress܂com܂br

Fonte da imagem: brasquimica 26/12/2023

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: Biotecnologia, cana-de-açúcar, cultivo, pesquisa e desenvolvimento

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
LinkedIn
YouTube
Instagram