EspecialistasMsc. Priscila Amaro
0

Rotação de culturas para manejo de nematoides

O objetivo desse artigo é mostrar como a rotação de culturas pode ser uma alternativa para o manejo de nematoides.

Rotação de culturas para o manejo de nematoides

A rotação de culturas é sem dúvida uma ótima ferramenta para melhorar uma área agrícola, visto os benefícios que podem ocorrer como: descompactação de solo, aumento de palhada, matéria orgânica, diversidade de microrganismos, maior retenção de umidade, quebra de ciclo de doenças e pragas.

Para os nematoides não é diferente, a rotação de culturas pode ser utilizada como uma ferramenta dentro do manejo integrado, com objetivo principal de reduzir a densidade populacional do nematoide, além dos benefícios descritos acima.

O objetivo desse artigo é mostrar como a rotação de culturas pode ser uma alternativa para o manejo de nematoides.

1. PLANEJANDO A ROTAÇÃO DE CULTURAS

Não podemos falar de rotação de culturas em área infestada com nematoides, sem antes, mencionar a importância da diagnose, sem saber quais nematoides estão presentes na área e quais suas respectivas densidades, não é possível planejar a rotação.

Outro ponto importante é o tempo de rotação, muitas vezes somente um ano não é suficiente para o manejo satisfatório dos nematoides, visto que não é possível a erradicação do patógeno numa área, essa ferramenta é essencial para reduzir drasticamente a densidade dos nematoides, se for utilizada de forma correta.

Vale salientar que uma safra de cultura suscetível sem nenhuma proteção (resistência, produtos biológicos ou químicos) é suficiente para a densidade voltar a subir, causando perdas de produtividade.

Para que a rotação tenha efeito positivo no manejo de nematoides, alguns cuidados devem ser tomados como:

  •  Tempo: o período que a planta de rotação fica na área. Se possível, deve ficar o ciclo completo, isso garante que um maior número de nematoides seja controlado, principalmente se na área ocorrer altas densidades e mistura de espécies de nematoides.
  • Manejo da planta de rotação: o controle de pragas, doenças e plantas daninhas, deve ser feito como na cultura principal, pois sem esses cuidados, o efeito pode ser negativo.

2. UMA PLANTA PARA ROTAÇÃO DEVE SER:

  •  Antagonista: plantas que liberam substâncias tóxicas que repelem os nematoides antes de ocorrer a penetração nas raízes, ou funcionam como planta “armadilha”, atraem os nematoides, porém os nematoides não conseguem se desenvolver no interior das raízes. Exemplo: Tagetes (cravo de defunto).
  • Resistente: plantas que restringe a multiplicação do nematoide, nesse caso, plantas que apresentam FR <=1 (FR = fator de reprodução). O nematoide não aumenta na área, no pior cenário, a população se mantém igual. Exemplo: Nabo forrageiro para Pratylenchus brachyurus (FR<1).
  • Má hospedeira: plantas que multiplicam pouco o nematoide. Para alguns nematoides é difícil encontrar plantas resistentes ou antagonistas, nesse caso podemos optar por uma planta em que o nematoide se multiplique menos no lugar de uma que multiplique muito. Exemplo: Uso de braquiária para o manejo de brachyurus (nematoide das lesões radiculares), cada espécie de braquiária tem um comportamento em relação a esse nematoide. Destacando a Orochloa brizantha em comparação com a O. ruziziensis, as duas multiplicam o nematoide das lesões, porém enquanto a O. brizantha apresenta FR entre 6-9 (quer dizer que o nematoide pode aumentar até 9 vezes na área), na O. ruziziensis o FR fica entre 3-5, se for possível usar a O. ruziziensis, é melhor para o manejo, pois o nematoide vai se multiplicar menos.

3. COMO UTILIZAR A ROTAÇÃO NO MANEJO DE NEMATOIDES?

 Tabela 1. Passo a passo para o uso da rotação de culturas em área com nematoides.

 

Atividade

Detalhes

1º passo

Diagnose dos nematoides na área Quais espécies e densidades estão presentes

2. passo

Como está a fertilidade? pH, principais nutrientes, matéria orgânica?

3. passo

Planejar o sistema de rotação, pesquisar quais plantas posso usar para os nematoides que estão presentes na área. A longo prazo, na área total ou por talhão

4. passo

Avaliar nematoides + produtividade Análises nematológicas no florescimento das culturas durante o ano (verão, inverno, safrinha)

3. CONSIDERAÇÕES

A rotação de culturas é uma ótima ferramenta dentro do manejo integrado de nematoides. É importante planejar seu uso tomando alguns cuidados necessários para que o objetivo de diminuir a densidade dos nematoides numa área seja concretizado.

BIBLIOGRAFIA E LINKS RELACIONADOS

– BROWN, D.J.F.; FERRAZ, L.C.C.B. Nematologia das plantas: fundamentos e importância. Manaus: Norma Editora, 2016. 251 p. Disponível em: http://www.nematologia.com.br/files/livros/1.pdf

– INOMOTO, M.M.; ASMUS, G.L. Culturas de cobertura e de rotação devem ser plantas não hospedeiras de nematoides. Disponível em: https://nematologia.com.br/files/tematicos/40.pdf

Espaço para parceiros do Agro aqui

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

outubro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
LinkedIn
YouTube
Instagram
Menu