AgronegóciosAlgodãoCuradoria
0

Uso de reguladores de crescimento no algodão

(Curadoria Agro Insight)

Atualmente, uma importante estratégia agronômica para o incremento da produtividade do algodoeiro é o uso de reguladores de crescimento.

Na cultura do algodão é comum o excessivo crescimento vegetativo, principalmente em condições de adequada disponibilidade de nutrientes, água e condições climáticas.

Mas o que aparentemente poderia ser uma condição ideal, pode implicar em efeitos negativos sobre a produção final, pois o crescimento excessivo causa redução da produção.

Nessas condições, o uso de regulador de crescimento torna-se indispensável.

1. O QUE SÃO OS REGULADORES DE CRESCIMENTO?

São substâncias sintéticas que alteram o balanço hormonal da planta de algodão, interferindo em seu crescimento.

 

2. VANTAGENS DO USO DE REGULADORES DE CRESCIMENTO?

  • Controlar o crescimento excessivo do algodoeiro.
  • Melhorar o equilíbrio entre as partes vegetativas e reprodutivas.
  • Reduzir a altura e o comprimento dos ramos, e assim facilitar o manejo e os tratos culturais.
  • Reduzir a abscisão e o apodrecimento de estruturas reprodutivas, que podem refletir negativamente na produtividade.
  • Diminuir o ciclo por meio da redução do número excessivo de nós.
  • Facilitar a colheita.
  • Melhorar a qualidade da fibra por meio da redução de impurezas, como galhos, folhas e cascas dos ramos.

3. FATORES QUE INFLUENCIAM A EFICIÊNCIA DOS REGULADORES DE CRESCIMENTO

Cultivar

As cultivares de porte alto e de ciclo longo (BRS 269-Buriti, BRS Cedro, FM 975 WS, BRS 371 RF, FM 993, FM 982 GL e FMT 709) são mais exigentes em reguladores de crescimento.

Dose

As doses variam principalmente com o porte da cultivar. Com doses baixas os resultados podem não ser os esperados, e doses altas podem afetar negativamente a produtividade.

Tabela 1. Dose recomendada conforme o porte da cultivar.

PORTE DA CULTIVAR

DOSE (g/ha) DO INGREDIENTE ATIVO

(Cloreto de mepiquat ou clormequat)

Alto

85 a 100

Médio

60 a 85

Baixo

≤ 50

 

Tabela 2. Exemplos de reguladores de crescimento comerciais e suas respectivas dosagens.

INGREDIENTE ATIVO PRODUTO COMERCIAL DOSE RECOMENDADA PARA APLICAÇÃO ÚNICA (L/ha) VOLUME DE CALDA

(L/ha)

Cloreto de mepiquat Stage 0,2 200-300
Applicato 50 SL 1,0
Legend 250 SL 0,2
Mepiquat Chloride 25% SL 0,2
Mepiquat 50 SL 1,0
Nadran 0,2
Nadran 250 1,0
Sponsor 0,2
Pix HC 0,2
Flaxton 0,2
Cloreto de clomequat Tuval – Plantas com 35 a 40 dias de idade e altura superior a 50 cm.

0,25 25 g. i.a.

0,25 100
Tuval – Plantas de algodão com altura

superior a 1 metro e com intenso desenvolvimento vegetativo

1,0

Fonte: Agrofit

Em geral a aplicação do cloreto de mepiquat deve ser realizada quando as plantas estiverem com 8 a 10 flores abertas por metro linear, ou quando estiverem com um porte de 60 cm de altura.

Parcelamento da aplicação

O parcelamento da dose recomendada tem efeitos mais pronunciados sobre a altura das plantas. Os melhores resultados normalmente ocorrem quando são realizadas quatro aplicações.

Tabela 3. Parcelamento da dose (em % da dose total)

Parcelamento Primeira Segunda Terceira Quarta
4 aplicações 10% 20% 30% 40%

Momento da primeira aplicação

  • Cultivares de porte alto: 30 cm-35 cm de altura.
  • Cultivares de porte médio: 35 cm-40 cm de altura.
  • Cultivares de porte baixo: 40 cm-45 cm de altura.

4. CUIDADOS NO MANEJO DOS REGULADORES DE CRESCIMENTO

  • Devem ser aplicados, preferencialmente, no período da manhã, mas deve-se evitar pulverizá-los nas plantas molhadas pelo orvalho.
  • Quando se usa cloreto de mepiquat – produto comercial mais concentrado, o período mínimo entre a aplicação e a ocorrência de chuva deve ser de 4 horas, para evitar que o cloreto seja lavado. Em caso de chuva após as aplicações, provavelmente será preciso reaplicar.
  • A partir da emissão dos primeiros botões florais, semanalmente deve-se avaliar o crescimento do algodoeiro.
  • Normalmente quando o algodoeiro apresentar flor aberta no terceiro nó de cima para baixo, não é mais necessária a aplicação de reguladores de crescimento, pois sua intensidade de crescimento tende a reduzir. Nessa fase as cultivares de portes médio e alto deverão estar com altura entre 115 cm e 125 cm, desde que as pulverizações anteriores tenham sido realizadas adequadamente.

5. VÍDEO SOBRE O USO DOS REGULADORES DE CRESCIMENTO NA CULTURA DO ALGODOEIRO

Neste vídeo o pesquisador Fernando Mendes Lamas fala sobre as estratégias para gerenciar o crescimento do algodoeiro.

6. BIBLIOGRAFIA E LINKS RELACIONADOS

– FERREIRA A.C. de B. Fitorreguladores de Crescimento em Algodoeiro. Comunicado Técnico 373. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/110869/1/COT373.pdf

– LAMAS, F.M.; FERREIRA A.C. de B. Reguladores de Crescimento na Cultura do Algodoeiro. Comunicado Técnico 121. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/24412/1/COT2006121.pdf

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: , ,

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
LinkedIn
YouTube
Instagram
Menu