EspecialistasMsc. Priscila Amaro
0

Nematoides na cultura da soja

A cultura da soja sofre com o ataque dos nematoides, os danos podem ser irreversíveis! Entenda porque isso acontece!?

Primeiro porque a cultura da soja é a principal cultura nas áreas de safra de verão e consequentemente também é uma cultura sensível ao parasitismo das principais espécies de nematoides. A cultura perde por ano segundo a SBN (Sociedade Brasileira de Nematologia) em torno de R$ 16 bilhões de reais com nematoides.

Isso é intensificado por três motivos:

  • A soja é uma cultura suscetível, apesar de existir cultivares com uma certa resistência para algumas espécies, mesmo assim alguns nematoides conseguem concluir seu ciclo e aumentar a densidade nas áreas. E para algumas espécies de nematoides ainda não existem cultivares resistentes, o que favorece a multiplicação.
  • Temperaturas elevadas, como a soja é cultivada na safra de verão, as temperaturas médias mais altas encurtam o ciclo de vida do nematoide e com isso o patógeno consegue concluir mais ciclos de vida dentro do ciclo da cultura, em condições normais o ciclo do nematoide dura aproximadamente 30 dias, no verão esse prazo é reduzido.
  • Umidade, em áreas irrigadas no verão, temos dois fatores que favorecem o melhor desenvolvimento dos nematoides (temperatura e umidade), lembrando que o nematoide é um animal aquático, por isso se adaptam muito bem a umidade.

O objetivo deste artigo é mostrar quais as principais espécies que podem causar danos à cultura e também as ferramentas de manejo disponíveis no mercado.

1. PRINCIPAIS NEMATOIDES NA CULTURA DA SOJA

O gênero Meloidogyne, assim como para outras culturas, também ocorre no SOJA, as espécies que mais ocorrem na cultura são: o Meloidogyne incognita e Meloidogyne javanica.

Além do nematoide de galhas, o nematoide das lesões, Pratylenchus brachyurus e o nematoide reniforme, Rotylenchulus reniformis também são importantes para a cultura. Mais recentemente o nematoide espiralado, Helicotylenchus dihystera também tem ganhado destaque e falso espiral, Scutellonema brachyurus tem aumentado nas áreas de soja e milho em algumas regiões do país e Paraguai (Tabela 1).

 Tabela 1. Principais espécies de nematoides importantes para a cultura da soja no Brasil.

Nome comum Espécies
Nematoide das galhas M. incognita, M. javanica
Nematoide das lesões radiculares Pratylenchus brachyurus
Nematoide reniforme Rotylenchulus reniformis
Nematoide espiralado Helicotylenchus dihystera*
Falso espiral Scutellonema brachyurus*
*Tem sido relatado com frequência na cultura, porém existem poucos trabalhos relacionados.

Fonte: Nema no Campo

2. FERRAMENTAS DE MANEJO NA CULTURA DA SOJA

Quando pensamos no sistema produtivo brasileiro, sempre temos a sucessão de soja-milho ou soja-milho-algodão no Cerrado, e soja-milho e cereais de inverno nas regiões com temperaturas mais amenas, em todos esses sistemas temos alimento para o nematoide o ano todo, por isso as ferramentas de manejo, são utilizadas visando a redução da população de nematoides a fim de, um melhor convívio, podemos chamar isso de manejo de convivência, visto que a eliminação total dos nematoides é praticamente impossível.

 a) Manejo genético

O manejo genético é sempre uma ótima ferramenta de manejo, visto que, é uma solução sustentável, sem investimento adicional, na compra da semente o controle está inserido, nem a necessidade de custos adicionais para  o manejo.

Para cultura da soja existem cultivares resistentes para os nematoides de galhas e nematoide de cisto para algumas raças (11 raças ocorrem no Brasil), não existe uma cultivar multi raças, para o nematoide reniforme as cultivares com resistência para cisto funcionam também para a espécie.

Para o nematoide espiralado e falso espiral, ainda não se tem muitos estudos específicos, porém é preocupante o aumento significativo do nematoide espiralado em áreas em todo o Brasil e do falso espiral em áreas mais concentradas, porém com aumento populacional considerável nos últimos anos.

 b) Manejo químico

Existem alguns produtos registrados para cultura do soja (Tabela 2). Para as principais espécies que ocorrem, esses produtos podem ser utilizados via tratamento de sementes ou sulco de plantio, consulte sempre a bula do produto para verificar a melhor forma de aplicação. Lembrando que o registro de químicos é feito para a cultura e alvo.

Tabela 2. Ingredientes ativos registrados como nematicidas para a cultura da soja.

Ingrediente ativo Alvo (nematoide)
Abamectina Meloidogyne incognita
Pratylenchus brachyurus
Fluopiram Pratylenchus brachyurus
Cadusafós Meloidogyne incognita
Meloidogyne javanica
Pratylenchus brachyurus
Fluazinam + Tiofanato metílico Meloidogyne incognita
Fluensulfona Meloidogyne javanica
Pratylenchus brachyurus
Tiodicarbe Meloidogyne javanica
Pratylenchus brachyurus
Fonte: Mapa, 2022

c) Manejo biológico

O controle biológico de nematoides tem crescido no Brasil, atualmente produtos à base de fungos e bactérias com ação nematicida têm sido registrados, com isso temos mais opções disponíveis para o manejo de nematoides, principalmente porque os produtos biológicos são registrados para o alvo, isso possibilita o uso dos mesmos em qualquer cultura que o alvo ocorra.

Na Tabela 3 estão descritos os produtos registrados para as espécies que ocorrem na cultura da soja. Até o momento não existem produtos biológicos registrados para Rotylenchulus reniformis e Helicotylenchus dihystera.

Tabela 3. Agentes de controle biológicos registrados.

Tipo de agente Agente de controle Alvo (nematoide)
Bactéria

 

Bacillus sp.

 

Meloidogyne incognita
Pratylenchus brachyurus
Fungo Trichoderma harzianum Pratylenchus brachyurus
Trichoderma koningiopsis Meloidogyne incognita
Pratylenchus brachyurus
Purpureocillium lilacinum Meloidogyne incognita
Pratylenchus brachyurus
Fonte: Mapa, 2022

 d) Manejo cultural

O manejo cultural consiste em todo manejo que é feito na cultura, desde a semeadura até a colheita, como: manejo de plantas daninhas, plantas tigueras, adubação.

As plantas indicadas para a rotação variam de acordo com as espécies presentes na área, é importante ressaltar que a reação das plantas aos nematoides não são as mesmas. Em áreas com altas densidades de nematoides e misturas de espécies, é necessário uso de rotação de culturas por tempo suficiente para diminuir a densidade na área e manejo com outras ferramentas em todas as culturas na área, tanto na safra como na safrinha. O principal objetivo do manejo integrado de nematoides em qualquer área é diminuir a densidade dos nematoides e consequentemente produzir mais, mesmo com a presença do nematoide, visto que a erradicação, ou seja, zerar a população dos nematoides é praticamente impossível.

3. CONSIDERAÇÕES

O manejo de nematoides na cultura da soja, assim como em outras culturas deve ser planejada e a longo prazo, medidas a curto prazo não trazem bons resultados quando o problema são nematoides. Quando temos nematoides na área o manejo na cultura principal que na maioria dos casos é a cultura da soja, se torna obrigatório, utilizando uma cultivar resistente, produtos biológicos ou químicos, ferramentas como a rotação de culturas podem ser utilizadas na safrinha ou entressafra.

BIBLIOGRAFIA E LINKS RELACIONADOS

– AGROFIT. Nematicidas biológicos. Disponível em: http://agrofit.agricultura.gov.br/agrofit_cons/principal_agrofit_cons

– AGROFIT. Nematicidas químicos. Disponível em: http://agrofit.agricultura.gov.br/agrofit_cons/principal_agrofit_cons

– BROWN, D.J.F.; FERRAZ, L.C.C.B. Nematologia das plantas: fundamentos e importância. Manaus: Norma Editora, 2016. 251 p. Disponível em: http://www.nematologia.com.br/files/livros/1.pdf

– FERRAZ, S.; FREITAS, L.G.; LOPES, E.A.; DIAS-ARIEIRA, C.R. Manejo Sustentável de Fitonematoides. Viçosa: Editora UFV, 2011. 304p. Disponível para compra em: https://www.editoraufv.com.br/produto/manejo-sustentavel-de-fitonematoides/1108956

– DIAS, W.P.; GARCIA, A.; SILVA, J.F.V.; CARNEIRO, G.E.S. Nematoides em soja: Identificação e controle. Circular Técnica 76. 2010. Disponível em: <https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/bitstream/doc/854178/1/CT76eletronica.pdf>. Acesso em 10 julho 2022.

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: ,

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
LinkedIn
YouTube
Instagram
Menu