Curadoria
0

Monitoramento da Safra de Grãos: Soja, Milho e Algodão

controle de soja voluntária em consórcio de milho com crotalária

(Curadoria Agro Insight)

Na curadoria de hoje, trouxemos um panorama das principais culturas de grão ao redor do país. O levantamento foi realizado pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento).

Soja

MATOPIBA

As operações de colheita começaram na região, porém ainda em ritmo lento por questões climáticas, já que as chuvas limitam a atividade das máquinas.

A evolução da colheita segue dentro do tempo esperado. Há registros de perdas pontuais, mas, no geral, as lavouras remanescentes e os grãos colhidos apresentam boas condições.

Goiás

A colheita já ultrapassou 30% da área total semeada. As chuvas constantes no estado têm dificultado as operações devido ao excesso de umidade nos grãos maduros. Houve alguns registros de grãos ardidos no início da colheita, mas, no geral, a qualidade e o rendimento do produto estão bons.

Mato Grosso

O grande potencial operacional existente no estado permitiu que a colheita avançasse consideravelmente nas últimas semanas, alcançando cerca de 70% da área total, mesmo com alguns contratempos pontuais em razão das chuvas intensas em certas regiões mato-grossenses. Grãos colhidos apresentando ótima qualidade e boa produtividade, além da maioria das lavouras em campo registrarem boas condições.

Mato Grosso do Sul

Houve retorno das chuvas na região Centro-Sul, porém ainda em níveis considerados baixos. A alta temperatura também prejudica as plantas, que apresentam taxas elevadas de evapotranspiração e dispõem de pouca umidade no solo para atender suas demandas. Assim, o potencial produtivo nas lavouras da região acaba reduzindo. Já no Centro-Norte do estado, as condições climáticas estão bem mais favoráveis, permitindo, inclusive, um maior avanço das operações de colheita.

São Paulo

O clima esteve oscilante, mas não inviabilizou a continuação das operações de colheita, que encerraram o segundo decêndio de fevereiro com 20% da área estadual colhida. Algumas regiões registraram estresse hídrico em razão das poucas chuvas, mas, no âmbito geral, as condições das lavouras e dos grãos colhidos estão entre boas e regulares.

Minas Gerais

O clima mais estável da última semana, sem chuvas, propiciou um avanço maior na colheita, que chegou a 22% da área total no fim do segundo decêndio de fevereiro. Apesar de perdas pontuais pelo excesso de chuvas, as lavouras são consideradas em boas condições.

Paraná

À medida que a colheita avança, atingindo 21% da área semeada, pode-se notar a queda no rendimento das lavouras em decorrência da escassez hídrica. As áreas mais ao oeste do estado foram bem impactadas, apresentando um acumulado de umidade nos solos bem baixo e, por consequência, restringindo o desenvolvimento das lavouras e a formação dos grãos, por falta de água. A qualidade do produto também acabou sendo reduzida, com uma proporção expressiva de grãos miúdos.

Rio Grande do Sul

As primeiras lavouras atingindo os estágios de maturação. A maioria delas ainda segue em fases de floração e enchimento dos grãos. No geral, a estiagem segue reduzindo o potencial da cultura. Nas regiões mais afetadas, Fronteira Oeste, Noroeste e Central, as plantas apresentam porte baixo, área foliar reduzida e diminuição na duração do ciclo causada pelo estresse hídrico.

Milho Primeira Safra

MATOPIBA

As lavouras estão todas implantadas e seguem evoluindo dentro do ciclo fenológico da cultura. As condições gerais apresentadas nas últimas semanas foram benéficas e o aspecto fitossanitário da maioria das plantas é considerado bom.

Goiás

A cultura vem se desenvolvendo bem, favorecida por boas condições climáticas. A maioria das lavouras já passou pelas fases vegetativas e está em estádios de enchimento de grãos e maturação.

São Paulo

A colheita avançando, porém ainda inferior a 1/5 da área total semeada. Lavouras mais ao Noroeste do estado estão enfrentando escassez hídrica e podem apresentar perdas de potencial produtivo. A retomada das chuvas nessa região é importante para amenizar tais danos. No Sudoeste do estado, as condições estão mais favoráveis, inclusive, para o avanço da colheita.

Paraná

O ciclo continua mais adiantado em comparação à safra passada em virtude das condições adversas de estiagem e altas temperaturas. 26% das lavouras estão colhidas e aquelas remanescentes em campo estão em enchimento de grãos e maturação. A condição da maioria delas não é boa, com perdas significativas em rendimento e em qualidade dos grãos.

Rio Grande do Sul

As operações de colheita já alcançaram mais da metade da área total semeada. Houve redução expressiva no potencial produtivo em decorrência das restrições hídricas e das altas temperaturas ao longo do ciclo. Já as lavouras mais ao Leste do estado, que tiveram semeadura mais tardia, estão apresentando melhores condições e com desenvolvimento mais uniforme.

Milho Segunda Safra

MATOPIBA

À medida que a colheita da soja vai avançando, o plantio do milho segunda safra vai ocorrendo em sucessão, apresentando um bom ritmo de operação. No geral, está mais adiantado que em 2020/21 e com bom desenvolvimento inicial das lavouras.

Centro-Oeste

A semeadura mais adiantada em comparação à temporada anterior. As operações de plantio seguem em ritmo bom, mesmo com algumas dificuldades pontuais em razão das condições climáticas, seja por excesso de chuvas em localidades de GO e MT, ou por escassez pluviométrica em regiões do MS. As lavouras mantêm um bom desenvolvimento inicial, com eventuais restrições no MS.

Sudeste

A semeadura da cultura já começou, mas em ritmo lento em SP e MG. Algumas regiões enfrentam restrições, seja por escassez hídrica ou por excesso de chuvas, mas, no geral, o ritmo de operação deve se intensificar a partir da consolidação dos trabalhos de colheita da soja.

Paraná

Cerca de 30% da área total estimada já foi semeada. Mesmo com os baixos níveis de água nos solos, os produtores têm optado pelo plantio dentro de uma janela ideal, temendo maiores perdas de potencial produtivo à medida que se posterga o cultivo. Apesar das chuvas registradas nas últimas semanas e da redução na temperatura média, a disponibilidade hídrica para as plantas ainda é limitada, especialmente, no Oeste e Centro do estado.

Algodão

Mato Grosso

A semeadura está finalizando, apesar das chuvas dificultarem as atividades operacionais. As lavouras de primeira safra estão na fase inicial de enchimento de grãos, enquanto as de segunda no início da floração.

Bahia

A semeadura está finalizada na região Extremo Oeste e Centro-Sul do estado. As lavouras estão em fase inicial de floração. As condições climáticas são favoráveis para o desenvolvimento vegetativo em ambas principais regiões produtoras de algodão do estado.

Goiás

A semeadura está finalizada. As condições climáticas são favoráveis ao desenvolvimento vegetativo da lavoura. Na região Sul, há áreas que iniciaram a floração.

Mato Grosso do Sul

A semeadura está finalizada. As lavouras estão iniciando o enchimento de grãos.

Minas Gerais

A semeadura está praticamente finalizada.

Maranhão

A semeadura finalizada, sendo que as condições climáticas favorecem o desenvolvimento vegetativo das lavouras.

Piauí

Semeadura finalizada e as condições climáticas favorecem o desenvolvimento vegetativo das lavouras.

São Paulo

As lavouras, em sua maioria, já estão na fase de enchimento de grãos, e a condição climática é favorável à cultura em geral.

BIBLIOGRAFIA E LINKS RELACIONADOS

CONAB – COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. Boletim de Monitoramento Agrícola, Brasília, DF, v. 11, n. 02, Fev. 2022.

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: , , , ,

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
LinkedIn
YouTube
Instagram
Menu