CuradoriaGestãoMercadoNotícias
0

Mercado de trabalho do Agro

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

(Curadoria Agro Insight)

Hoje a curadoria é sobre o mercado de trabalho no agronegócio brasileiro.

O número de pessoas atuando no agronegócio brasileiro somou 18,97 milhões de pessoas em 2022, o maior contingente desde 2015, quando totalizava 19,04 milhões de pessoas, segundo pesquisas realizadas pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, a partir de informações dos microdados da PNAD-Contínua e de dados da RAIS.

Esse resultado evidencia que as ocupações perdidas em 2020 em decorrência dos desdobramentos da pandemia de covid-19 já foram totalmente recuperadas, superando até mesmo os contingentes observados antes da crise sanitária. Ressalta-se que o movimento de recuperação dos postos de trabalho já vinha sendo observado ao longo de 2021 e se consolidou em 2022. Vale lembrar que o agronegócio nacional vivenciou uma boa conjuntura de meados de 2020 a 2021, o que influenciou positivamente a geração de empregos. Em 2022, o agronegócio brasileiro conseguiu avançar em termos de faturamento, o que ajuda a explicar o resultado observado para o mercado de trabalho.

O aumento no número de pessoas ocupadas no agronegócio em 2022 foi de 2,76% frente ao de 2021 e de expressivos 8,52% em relação ao de 2020. No Brasil como um todo, 98,04 milhões de pessoas estavam ocupadas em 2022, acima das 91,29 milhões no mesmo período do ano anterior. Diante disso, a participação do agronegócio no mercado de trabalho brasileiro foi de 19,35% em 2022, um pouco abaixo da observada em 2021, quando esteve em 20,22%.

Pesquisadores do Cepea indicam que esse crescimento no número de trabalhadores no setor está atrelado aos desempenhos observados nos segmentos de insumos, da agroindústria e de agrosserviços.

Evolução do mercado de trabalho por segmento do agronegócio

O desempenho para o setor reflete o crescimento observado para os segmentos de insumos, as indústrias e os agrosserviços. A agropecuária, por sua vez, apresentou retração no ano.

Segmentos 2021 2022 2022/2021
% Variação absoluta
Insumos 258.369 283.195 9,61% 24.826
Primário 8.599.022 8.389.841 -2,43% 209.181
Indústria 3.820.581 4.031.019 5,51% 210.438
Serviços 5.780.617 6.263.288 8,35% 482.670
Agronegócio 18.458.590 18.967.343 2,76% 508.753
Brasil 91.297.564 98.045.798
Agro BR / Brasil total 20,22% 19,35%

Fonte: Cepea, a partir de informações dos microdados da PNAD-Contínua e de dados da RAIS.


BIBLIOGRAFIA E LINS RELACIONADOS

BARROS, G.S.C.; CASTRO, N.R.; MACHADO, G.C.; ALMEIDA, F.M.S.; ALMEIDA, A.N. Boletim Mercado de Trabalho do Agronegócio Brasileiro. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA). Piracicaba, 4º trimestre de 2022, 2023.

 

 

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: Cepea, empregos, mercado de trabalho

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  
LinkedIn
YouTube
Instagram