HorticulturaNotíciasTomate
0

Licopeno: poderoso antioxidante presente no tomate

tomate hortaliça licopeno

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

(Notícias para o Agro)

Ele é capaz de proteger as células do nosso organismo, reduzindo assim o risco de doenças crônicas, inclusive o câncer

Versátil e saboroso, o tomate faz parte da rotina alimentar dos brasileiros e pode ser consumido in natura, em molhos, geleias, processado, entre outras combinações.

O que poucos sabem é que o tomate é rico em um poderoso antioxidante, o licopeno, que é capaz de proteger as células do nosso organismo contra os efeitos nocivos do excesso de radicais livres, reduzindo assim o risco de doenças crônicas, inclusive o câncer. Um estudo divulgado pelo Front Pharmacology mostrou que o licopeno pode ajudar na melhoria da função vascular e na prevenção de doenças do coração. Outra pesquisa publicada no International Journal of Nutrology afirmou que, graças à sua grande capacidade antioxidante, o licopeno é capaz de atingir concentrações elevadas no tecido prostático, e com isso, ajudar na prevenção do câncer de próstata.

O licopeno, que é o carotenoide também é responsável por dar a cor vermelha ao tomate, é um nutriente encontrado em um número limitado de alimentos, e, além disso, o organismo não é capaz de sintetizá-lo; dessa forma, o licopeno é obtido exclusivamente por meio da dieta alimentar.

O processamento de alimentos tem demonstrado aumentar a biodisponibilidade de licopeno, devido à liberação da matriz do alimento. Com isso, molho de tomate e purê de tomate são tidos como melhores fontes biodisponíveis de licopeno do que as demais fontes de alimentos não cozidos, tais como o tomate cru.

A quantidade sugerida de ingestão de licopeno varia de 4 a 35mg/dia. Quanto mais vermelho o tomate, mais licopeno ele tem. E ele é melhor absorvido quando cozido ou combinado com gorduras saudáveis, como azeite de oliva e abacate. Para se ter uma ideia, o tomate cru tem em média 2,7 mg de licopeno a cada 100 gramas, enquanto o molho de tomate tem 21,8 mg.

A Tomate BR, entidade criada para levar aos consumidores informações claras e precisas sobre a importância do produto, traz ainda um panorama sobre o tomate, desde a obtenção da matéria-prima (produção agrícola e processamento), até sua chegada à gôndola e milhões de lares.

A Associação Brasileira dos Processadores e Utilizadores de Tomate Industrial, representa mais de 80% do mercado brasileiro de atomatados e tem como objetivo apoiar o desenvolvimento sustentável e viável economicamente, dirimindo impactos e buscando soluções benéficas a todos os envolvidos.

Sobre a Tomate BR: A Tomate BR, Associação Brasileira dos Processadores e Utilizadores de Tomate Industrial, que representa mais de 80% do mercado focados em estabelecer Princípios de Valorização e Rentabilidade da Cadeia, ofertando produtos com controle e padrões de qualidade e segurança.

 

*Conteúdo produzido por terceiros. A equipe Agro Insight não se responsabiliza pelas informações.

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: licopeno, tomate

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
LinkedIn
YouTube
Instagram