Fungos no controle de pragas e doenças

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

Os fungos entomopatogênicos possuem um papel crucial como inimigos naturais, pois atacam diferentes espécies de insetos, ocasionalmente levando à redução das populações de pragas. Entre eles, destaca-se o fungo conhecido como Nomuraea rileyi, responsável por combater a lagarta-da-soja e a falsa-medideira. Durante períodos de alta umidade relativa (superior a 75% – 80%), o fungo N. rileyi se dissemina com eficácia, eliminando as populações da lagarta-da-soja e muitas vezes dispensando a necessidade de medidas de controle.

Os insetos mortos por esse fungo não se decompõem, exibindo uma coloração branca devido ao crescimento do fungo e uma aparência seca, quase mumificada. Sob condições ideais de umidade, o fungo começa a liberar esporos, mudando de coloração branca para verde (Foto 1). Esses esporos, encontrados sobre os insetos mortos, se dispersam pelo vento, infectando outras lagartas na plantação e ampliando a propagação da infecção. Outras espécies de fungos, menos conhecidas, mas igualmente relevantes como controladores de populações de lagartas, merecem menção: Zoophthora radicans, que afeta lagartas de P. includens e Rachiplusia nu, e Isaria tenuipes, que ataca a lagarta-da-soja e os Plusiinae citados anteriormente. Pandora gammae é outro fungo, prevalente e significativo no controle natural das populações de Plusiinae (Foto 2). I. fumosorosea também pode ocasionar epidemias em populações de moscas brancas do gênero Bemisia. Outro fungo pode causar doenças generalizadas em populações de diferentes espécies de ácaros, como Mononychellus planki e Tetranychus urticae. Na cultura da soja, é comum encontrar o fungo Neozygites sp., cujos esporos se aderem ao corpo desses ácaros e dão início ao processo de infecção (Foto 3).

Nomuraea rileyi  Pandora gammae  

Neozigytes

Foto 1 – Nomuraea rileyi 

(Arquivo Embrapa Soja)

Foto 2Pandora gammae

(Foto: Flávio Moscardi)

Foto 3 –  Neozygites sp.

(Foto: Daniel R. Sosa-Gómez)

Referência do conteúdo: Daniel Ricardo Sosa Gomez  – Embrapa 02/01/2023

Para saber mais sobre o assunto, assista ao episódio do podcast Escancaragro: O legado biológico!

 

 

 

 

 

 

 

 

Daniel Ricardo Sosa Gomez – Embrapa Soja

 

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: Escancaragro, Fungos, pesquisa e desenvolvimento, soja

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
LinkedIn
YouTube
Instagram