CuradoriaPesquisa e desenvolvimento
0

Combate ao trabalho escravo no Brasil: o papel da Auditoria Social SMETA

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

*Por Paulo Bertolini, diretor-geral da APCER Brasil

Trabalho escravo é um retrocesso para a humanidade, diz bispoO Brasil enfrenta uma realidade que demanda atenção: os resgates de pessoas em situação de trabalho escravo cresceram 297% em cinco anos, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego em parceria com a Polícia Federal. Em 2022, 2.575 pessoas foram resgatadas, e em 2017, 648. Este crescimento ressalta a necessidade de medidas eficazes para erradicar essa prática antiética.

A Auditoria Social SMETA (Sedex Members Ethical Trade Audit) torna-se uma alternativa viável para organizações comprometidas com a eliminação do trabalho escravo em suas cadeias de suprimentos. A SMETA é uma ferramenta de auditoria social internacionalmente reconhecida, projetada para avaliar o cumprimento de padrões éticos e trabalhistas nas operações de uma organização.

Por meio da SMETA, as empresas podem identificar e corrigir potenciais violações dos direitos trabalhistas, promovendo simultaneamente a transparência e responsabilidade em toda a cadeia de valor. Empresas que adotam a SMETA não apenas cumprem requisitos éticos, mas também demonstram um compromisso real com a promoção de condições de trabalho justas.

A SMETA é um instrumento de ajuda para empresas que, muitas vezes, podem não praticar o trabalho escravo em suas operações, mas seus fornecedores ou organizações parceiras sim. Nesse contexto, escolher fornecedores que tenham passado pela auditoria da Sedex, onde todos são submetidos à SMETA, torna-se crucial para evitar associação a práticas antiéticas.

A auditoria é adequada para empresas de todos os tamanhos e setores, e se baseia em quatro pilares avaliativos: saúde e segurança, normas laborais, meio ambiente e ética nos negócios. Essa abordagem holística permite que as empresas avaliem seu desempenho socioambiental e desenvolvam estratégias para aprimorá-lo, mesmo que já alcancem resultados positivos.

Ao contrário de outros processos de auditoria, a SMETA não é certificável por si só. No entanto, sua realização elimina a necessidade de múltiplas certificações e proporciona visibilidade internacional à empresa, destacando seu comprometimento com práticas éticas.

Em um momento em que a luta contra o trabalho escravo no Brasil exige ação imediata e colaborativa, a escolha de fornecedores avaliados pela SMETA representa um passo significativo. Essa abordagem não apenas contribui para a erradicação de empresas envolvidas em práticas antiéticas, mas também as coloca em risco de falência devido à perda de clientes e obrigações de indenização.

A realização da Auditoria Social SMETA emerge como uma estratégia na batalha contra o trabalho escravo no Brasil, pois é a hora das empresas se comprometerem verdadeiramente com a promoção de condições de trabalho justas, contribuindo para uma sociedade mais justa e ética.

 

*Paulo Bertolini é diretor-geral da APCER Brasil, uma empresa de origem portuguesa, reconhecida mundialmente como um dos principais prestadores de serviços de certificação, auditoria a fornecedores, auditoria interna e treinamento. A organização oferece soluções de valor a instituições de qualquer setor de atividade, permitindo que se diferenciem em um mercado cada vez mais complexo e em constante mudança. Conheça mais sobre os serviços oferecidos no site da APCER.

 

Assessoria de Comunicação da APCER Brasil

Assessores: Alexandre Lacerda, Ana Flavya Hiar e Andrezza Hernandes

Tel.: (11) 94834-5879 / (11) 3112-0020 / (11) 98368-4141

E-mail: flavyahiar@infographya܂com / andrezza܂hernandes@infographya܂com

Fonte da imagem: cancaonova 26/12/2023

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: Ministério do Trabalho, SMETA, trabalho escravo

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
LinkedIn
YouTube
Instagram