CulturasOperaçõesPlantio
0

Checklist completo para regulagem de semeadora!

Regulagem de uma semeadora

O principal objetivo da semeadura é realizar a implantação da cultura de forma adequada, buscando alcançar os maiores rendimentos possíveis.

Os cuidados na semeadura se justificam, pois, uma vez que a semente e o fertilizante foram distribuídos no solo, caso ocorra algum problema, não há a possibilidade de correção na mesma safra.

  1. ADEQUAÇÃO TRATOR-SEMEADORA

Para realizar a correta adequação do trator-semeadora, o operador deve proceder da seguinte forma:

  1. a) Verificar, no manual da semeadora, qual a potência requerida;
  2. b) Verificar, no manual do trator, qual a potência disponível no motor; e
  3. c) Comparar se as potências estão na tolerância aceitável.
  1. REVISÃO DA SEMEADORA

Antes de iniciar a regulagem é importante verificar se todos os componentes da semeadora se encontram em boas condições de uso, sendo necessário que se faça revisões diárias.

Os principais itens a serem revisados são:

  1. Lubrificar as articulações do disco de corte;
  2. Lubrificar os rolamentos dos discos de corte;
  3. Lubrificar os rolamentos dos discos duplos de adubo, em ambos os lados;
  4. Lubrificar as articulações das rodas limitadoras de profundidade;
  5. Lubrificar os mancais dos dosadores de sementes;
  6. Lubrificar os discos duplos de sementes, em ambos os lados;
  7. Lubrificar os rolamentos das rodas limitadoras de profundidade, em ambos os lados;
  8. Lubrificar os rolamentos das rodas compactadoras, em ambos os lados;
  9. Lubrificar os rolamentos dos cubos de rodas;
  10. Lubrificar os rolamentos da transmissão das rodas e catracas da transmissão;
  11. Lubrificar os rolamentos dos dosadores de adubo;
  12. Lubrificar todas as correntes e engrenagens;
  13. Verificar a tensão nas correntes;
  14. Realizar a limpeza dos depósitos de fertilizantes;
  15. Realizar a limpeza dos dosadores de sementes;
  16. Realizar o reaperto de todas as porcas e parafusos dos sistemas.

 

Após fazer a revisão dos componentes da semeadora, deve-se proceder à sua regulagem.

 

  1. REGULAGEM

A regulagem consiste em preparar, adequar e ajustar os itens da semeadora às características da própria máquina, do ambiente e dos fertilizantes e sementes a serem utilizados.

É imprescindível que se faça uma correta regulagem da semeadora, para que se tenha uma perfeita distribuição das plantas, visando à máxima produtividade possível, evitando perdas econômicas.

 

3.1. VERIFICAÇÃO DO NIVELAMENTO DA SEMEADORA

O nivelamento da semeadora melhora o seu desempenho, além de evitar danos estruturais.

Para nivelar a semeadora deve-se proceder da seguinte forma:

  1. Posicionar o trator e a semeadora em um local plano;
  2. Abaixar totalmente a semeadora e observar, pela lateral, o nivelamento longitudinal (comprimento) da semeadora em relação ao solo, que deverá ser paralelo. Quando necessário, nivelar a semeadora, por meio da inversão da barra de tração ou das regulagens do cabeçalho.

 

3.2. REGULAGEM DO MARCADOR DE LINHA

Os marcadores de linha efetuam uma marca no terreno, indicando a posição em que o rodado do trator deva passar. São responsáveis pela manutenção do espaçamento e do paralelismo entre as linhas de semeadura.

O ajuste do comprimento do marcador de linha é feito por meio da regulagem do tamanho dos braços telescópicos, da seguinte forma:

  1. a) Meça o espaçamento entre linhas da semeadora;
  2. b) Determine o número de linhas da semeadora;
  3. c) Determine a bitola do trator (largura dianteira);
  4. d) Determine o comprimento do marcador de linha por meio da seguinte fórmula:

Regulagem de uma semeadora - Fórmula

Onde:

D = Distância da última linha até o disco marcador da linha (m)

E = Espaçamento entre linhas de cultura (m)

N = Número de linhas da semeadora

B = Bitola dianteira do trator (m)

Adaptado de SENAR (2017)

Adaptado de SENAR (2017)

 

  1. e) Abaixe a semeadora sobre o solo, na área a ser semeada;
  2. f) Abaixe um dos braços marcadores até o solo;
  3. g) Ajuste o comprimento do braço telescópico. O tamanho do braço marcador deve ser aquele que proporcione a distância D, marcada no solo.
  4. h) Repita as regulagens para o outro braço marcador;
  5. i) Desloque a semeadora por 10 metros com um dos braços marcadores abaixado;
  6. j) Levante a semeadora e o braço marcador;
  7. k) Dê a volta com o trator e posicione o meio do pneu dianteiro sobre a marca realizada sobre o solo;
  8. l) Abaixe a semeadora e o outro braço marcador;
  9. m) Desloque a semeadora por 10 metros com o braço marcador abaixado;
  10. n) Confira se a distância entre as passadas é igual ao espaçamento entre as linhas da semeadora;
  11. o) Repita a regulagem caso a profundidade e a distância entre as passadas não estejam adequadas.

 

3.3. ESCOLHA DO DISCO DE SEMEADURA

Os discos de semeadura têm a função de capturar, individualizar, dosar e liberar as sementes.

A escolha do disco é realizada em função da cultura e do tamanho da semente disponível para semeadura. Para realizar o teste de escolha do disco ideal, procede-se da seguinte forma:

  1. Escolha um pequeno volume de semente que represente o todo;
  2. Escolha o disco adequado para a semente;
  3. Posicione o disco sobre uma superfície plana (mesa);
  4. Preencha os furos do disco com a semente;
  5. Verifique se as sementes ficaram bem alojadas nos furos dos discos, de modo que não estejam duas sementes em um mesmo furo. Caso isso aconteça, troque o disco por outro com furos de menor tamanho e refaça o teste da seguinte forma:
  • Levante o disco com as sementes encaixadas nos furos; e
  • Verifique se ficaram sementes presas nos furos do disco.

Se ainda restarem sementes presas no disco, troque-o por outro de furo maior e refaça o teste.

As semeadoras com sistema dosador de sementes a vácuo utilizam apenas um disco para cada tipo de cultura, independentemente do tamanho e formato da semente, não sendo necessário realizar o teste.

 

3.4. ESCOLHA DO ANEL

Após escolher o disco, escolha o anel de modo que as sementes não fiquem expostas e também não fiquem fundas demais. A escolha é feita da seguinte forma:

  1. Escolha um pequeno volume de semente que represente o todo;
  2. Escolha o anel de acordo com o disco determinado;
  3. Posicione o anel sobre uma superfície plana (mesa);
  4. Posicione o disco sobre o anel;
  5. Preencha os furos do disco com a semente a ser escolhida;
  6. Verifique se as sementes ficaram bem alojadas nos furos do disco, de modo que não fiquem expostas ou fundas demais. Se as sementes ficarem expostas ou muito fundas, troque o anel e refaça o teste.

As semeadoras com sistema dosador de sementes a vácuo não utilizam anel, não sendo necessário realizar a escolha.

 

3.5. ESCOLHA DO EJETOR DE SEMENTES

Devido à grande variação existente nos tipos de semente e nos discos de semeadura, a utilização dos ejetores de sementes específicos deve seguir as recomendações de uso dos fabricantes para que não ocorram erros na dosagem ou mesmo danos físicos às sementes.

 

3.6. VELOCIDADE DE OPERAÇÃO

A determinação da velocidade de operação se faz por meio da seleção de marchas no câmbio do trator.

A rotação na tomada de potência deve ser de 540 rotações por minuto e deverá ser selecionada no local onde será realizada a semeadura.

3.6.1. Em tratores agrícolas que não possuem velocímetro, a velocidade de operação é determinada no campo por meio do método manual.
  1. Abasteça os depósitos de fertilizantes e de sementes na metade de sua capacidade;
  2. Marque uma distância de 50 metros no mesmo local da semeadura;
  3. Engate a marcha de trabalho;
  4. Acelere o motor até a rotação de trabalho;
  5. Inicie o movimento do conjunto (trator e semeadora) cinco metros antes do primeiro ponto marcado;
  6. Anote o tempo que o conjunto gastou para percorrer os 50 metros;
  7. Calcule a velocidade em km/h. Para calcular a velocidade do conjunto, basta dividir o comprimento da pista em metros pelo tempo gasto em segundos para percorrê-la. O resultado deverá ser multiplicado por 3,6 para determinar a velocidade em quilômetros por hora.
3.6.2 Visualize a velocidade de operação no painel do trator

Nos tratores que possuem velocímetro, a velocidade é obtida por meio de sensor na transmissão ou de receptor de sinal GNSS, sendo lida diretamente no painel.

 

3.7. REGULAGEM DO DISCO DE CORTE DE PALHADA

Os discos de corte têm como finalidade o corte de palha e a abertura de uma estreita fenda no solo.

O ajuste da profundidade do disco de corte é feito por meio da porca que prende a mola na haste reguladora.

  1. Abaixe a semeadora sobre o solo na área a ser semeada;
  2. Ajuste a profundidade do disco de corte;
  3. Desloque a semeadora por 10 metros;
  4. Verifique se a profundidade do disco está adequada. Caso a profundidade não esteja adequada, repita a regulagem.

 

3.8. REGULAGEM DO MECANISMO ROMPEDOR DE SOLO

O mecanismo rompedor de solo tem como função, preparar o sulco para a distribuição do fertilizante e da semente.

O ajuste da profundidade do mecanismo rompedor de solo é feito por meio da porca que prende as molas na haste reguladora.

  1. Abaixe a semeadora sobre o solo, na área a ser semeada;
  2. Ajuste a profundidade;
  3. Desloque a semeadora por 10 metros;
  4. Verifique se a profundidade está adequada;
  5. Caso não esteja na profundidade correta, repita a regulagem. Quanto maior for o aperto da porca, maior será a profundidade alcançada.

3.9. REGULAGEM DO MECANISMO DOSADOR DE FERTILIZANTE

O dosador de sementes tem como função, transferir a quantidade correta de fertilizante ao componente de deposição.

Após saber a quantidade de fertilizante a ser aplicada por hectare, pode-se iniciar o processo de regulagem.

Procedimento:

a. Calcule o comprimento dos sulcos por hectare. O comprimento dos sulcos por ha é dado pela fórmula:

C = comprimento dos sulcos (m)

e = espaçamento entre linhas da cultura (m)

 

Exemplo: Cultura semeada com 0,9 metros ou 90 cm de espaçamento entre linhas.

Regulagem de uma semeadora - Fórmula

b. Determine o peso do fertilizante por ha a ser distribuído por metro linear. O peso é obtido pela fórmula:

Regulagem de uma semeadora - Fórmula

Onde:

P = Peso do Fertilizante (kg/m)

T = Taxa aplicação (kg)

C = Comprimento dos sulcos (m)

Exemplo: Taxa de aplicação 200 kg/ha de fertilizante, em cultura instalada com 0,90m de espaçamento entre linhas.

Regulagem de uma semeadora - Fórmula

Portanto, o peso do fertilizante a ser distribuído é: 0,018kg/m ou 18 g/m

 

  1. Verifique na tabela da semeadora, qual o número de dentes das engrenagens movida e motora que distribui a quantidade de fertilizante necessária. Se necessário, realize a troca das engrenagens motora e movida para obter o peso de fertilizante a ser distribuído.
  2. Abasteça o reservatório com o fertilizante;
  3. Meça o perímetro da roda da semeadora;
  4. Coloque sacos plásticos nas mangueiras de saída dos fertilizantes;
  5. Desloque a máquina na área a ser semeada de modo que se obtenha 10 voltas na roda da semeadora;
  6. Meça a distância percorrida durante as 10 voltas na roda da semeadora;
  7. Retire os sacos plásticos;
  8. Pese o fertilizante coletado nos sacos plásticos;
  9. Calcule o peso do fertilizante coletado. Se o valor coletado for diferente do que deveria ser aplicado, altere as engrenagens motora e movida e repita os passos.

3.10. REGULAGEM DO MECANISMO DOSADOR DE SEMENTES

O mecanismo dosador de semente é responsável por distribuir a sementes requeridas e direciona-las a uma abertura de saída.

Para a sua correta regulagem, deve-se seguir os seguintes passos:

a. Determine a população de plantas a ser distribuída por hectare;

Exemplo: A população recomendada é igual a 65.000 plantas por hectare.

b. Calcule o comprimento de sulco por hectare.

Exemplo: O comprimento do sulco por hectare é: 11.111m.

c. Determine o número de sementes por metro. O número de sementes por metro é dado pela divisão da população de plantas desejadas pelo comprimento do sulco.

Regulagem de uma semeadora - Fórmula

Exemplo: Semente com poder germinativo de 99% e pureza de 98%.

Logo,

Valor Cultural (VC) = Poder germinativo (%) x pureza (%)

VC = 0,99 x 0,98 = 0,97.

Para corrigir o número de sementes por metro linear, basta dividir a quantidade de sementes pelo valor cultural.

Logo temos: 5,9 / 0,97 = 6,1 sementes/metro linear.

Assim, de acordo com este exemplo, a semeadora deverá ser regulada para distribuir 6,1 sementes por metro linear.

a. Verifique, na tabela da semeadora, o número de dentes das engrenagens movida e motora que proporcionam o número de sementes necessário;Caso necessário, realize a troca das engrenagens movida e motora para obter a quantidade correta de sementes a ser distribuída por metro.

b. Abasteça o reservatório com sementes;

c. Para facilitar a lubrificação e a saída das sementes do mecanismo dosador, deve-se usar grafite. Geralmente utiliza-se 100 gramas de grafite para cada 100kg de sementes.

d. Meça o perímetro da roda da semeadora;

Adota-se, como exemplo, o perímetro da roda igual a 2,04m.

  1. Coloque sacos plásticos nas mangueiras de saída das sementes;
  2. Desloque a máquina na área a ser semeada, de modo que se obtenha 10 voltas na roda da semeadora
  3. Meça a distância percorrida;
  4. Retire os sacos plásticos;
  5. Conte o número de sementes coletadas nos sacos plásticos;

Como exemplo, obteve-se 127 sementes.

  1. Verifique o número de sementes por metro linear obtido durante a coleta.
  2. Verifique se os valores obtidos foram similares `6,1 sementes por metro. Se o valor obtido for diferente, altere as engrenagens movida e motora e repita os passos.

 

3.11. REGULAGEM DO LIMITADOR DE PROFUNDIDADE

O limitador de profundidade deve fazer com que a semente seja depositada na profundidade adequada, em função das necessidades da espécie, da cultivar e das condições do solo.

O controle de profundidade das sementes é feito individualmente, por meio das rodas de profundidade, que possuem regulagem pelo manípulo. A graduação permite ajustar a profundidade das sementes em intervalos de 0,5cm ou de 1cm.

3.12. REGULAGEM DO MECANISMO COMPACTADOR

O mecanismo compactador possui a função de pressionar o solo lateralmente às sementes, garantindo um máximo de contato da semente com o solo, deixando a camada de terra logo acima da semente menos densa, favorecendo a germinação e emergência.

Para fazer a regulagem adequada da articulação e da pressão de compactação, altere a posição da alavanca.

Na regulagem dos compactadores, é importante considerar o tipo de solo, o tipo de semente e a profundidade de plantio, para não afetar a livre emergência das plantas.

  1. CONSIDERAÇÕES

O presente artigo teve a intenção de ajudar no entendimento do processo da regulagem da semeadora, abordando o passo a passo das principais etapas desse procedimento.

Mas também estamos compartilhando uma série de vídeos da Embrapa Milho e Sorgo que podem complementar o nosso artigo e facilitar o entendimento dos processos de regulagem.

 

Links relacionados:

– Vídeo Embrapa Milho e Sorgo (Mecanização Agrícola – Parte I): https://www.youtube.com/watch?v=TpAqpUsvgsE

– Vídeo Embrapa Milho e Sorgo (Mecanização Agrícola – Parte II): https://www.youtube.com/watch?v=hWAs0lmcYMA

– Vídeo Embrapa Milho e Sorgo (Mecanização Agrícola – Parte III): https://www.youtube.com/watch?v=guD0PqsxjyU

– Vídeo Embrapa Milho e Sorgo (Mecanização Agrícola – Parte IV): https://www.youtube.com/watch?v=IgPuUUDQo9c&t=57s

– SENAR, 2017 – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. Mecanização: operação e regulagem de semeadoras–adubadoras de sementes graúdas. Brasília: 144 p, 2017 – (Coleção SENAR). Disponível em: https://www.cnabrasil.org.br/assets/arquivos/194-SEMEADORA.pdf

Veja mais:

Curadoria: Pecuária de Precisão

Alimentos Orgânicos e Convencionais

Espaço para parceiros do Agro aqui

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

outubro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
LinkedIn
YouTube
Instagram
Menu