AlgodãoCuradoriaGrãos
0

Brasil rumo ao topo das exportações de algodão em 2023/24

controle biológico de pragas no algodão

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

CURADORIA AGRO INSIGHT

Brasil está prestes a atingir um recorde histórico de exportação de algodão em setembro, chegando a cerca de 200 mil toneladas, sinalizando um possível novo recorde na safra 2023/24

EXPORTAÇÃO DE ALGODÃO EM SETEMBRO CRESCE 62% EM VOLUME - Coopercitrus

Fonte da imagem: Coopercitrus

Isso se deve a uma grande colheita recente que coloca o Brasil no caminho para se tornar o principal exportador global da fibra neste ciclo, de acordo com Miguel Faus, líder da Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea). Ele prevê que o Brasil possa exportar um volume recorde de 2,5 milhões de toneladas de algodão entre julho de 2023 e junho de 2024, um aumento significativo em relação ao ano anterior.

Essa possível conquista permitirá ao Brasil superar os Estados Unidos como o principal exportador global de algodão, embora Faus destaque que isso pode ser temporário devido à queda na produção dos EUA. Os números de setembro indicam uma recuperação promissora, com as exportações brasileiras quase dobrando em relação a agosto. Com uma média diária de mais de 10 mil toneladas em embarques, setembro pode registrar o maior volume mensal de 2023.

No médio prazo, nos próximos três a cinco anos, é esperado que o Brasil consolide sua posição como o terceiro maior produtor de algodão, atrás da China e da Índia, assumindo definitivamente a liderança em relação aos Estados Unidos. Isso se deve à maior produtividade brasileira e à disponibilidade de terras. Embora o Brasil tenha enfrentado desafios no primeiro semestre, como o terremoto na Turquia e dificuldades financeiras em importantes mercados importadores, como Paquistão e Bangladesh, a China, o maior importador, está voltando ao mercado e deve impulsionar as exportações brasileiras nos próximos meses.

O algodão brasileiro é altamente competitivo em termos de preços e qualidade, sendo ligeiramente mais barato que o algodão dos Estados Unidos devido à grande safra brasileira. Além disso, sua rastreabilidade é um ponto forte, atendendo aos critérios das certificadoras de sustentabilidade. Em agosto, o Brasil realizou seu primeiro envio de algodão para o Egito, após a abertura desse mercado, marcando um passo importante devido à qualidade reconhecida do algodão egípcio.

Fonte: Portal do agronegócio

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: algodão, alta produtividade, Exportação, Mercado

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
LinkedIn
YouTube
Instagram