Brasil atinge marca de 750 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas destinadas corretamente

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

Sistema Campo Limpo faz do país uma referência mundial na logística reversa desses materiais. O volume destinado equivale a mais de 600 vezes o peso do Cristo Redentor. 

São Paulo, janeiro de 2024 – O Sistema Campo Limpo, gerido pelo Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), superou a marca de 750 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas destinadas de forma ambientalmente correta. O volume destinado adequadamente desde 2002, início das operações do Sistema, equivale a mais de 600 vezes o peso do Cristo Redentor. Só em 2023, houve a destinação correta de cerca de 53 mil toneladas de embalagens. 

Brasil atinge marca de 750 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas destinadas corretamente - Portal do AgronegócioEsse marco reforça o Sistema Campo Limpo como referência mundial em logística reversa de embalagens vazias e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas. Atualmente, o Sistema destina 100% das embalagens vazias de defensivos recebidas de forma ambientalmente correta, sendo 93% recicladas e 7% incineradas.

“O resultado é fruto, principalmente, do empenho dos elos da cadeia do Sistema, de sua capilaridade, eficiência e inovação nos processos. O programa é um case de sucesso em economia circular e se aprimora, constantemente, gerando impactos positivos para o meio ambiente e à sociedade”, destaca Marcelo Okamura, presidente do inpEV.

Economia circular na prática

Por meio de 11 recicladoras parceiras, o Sistema Campo Limpo viabiliza a produção de até 37 artefatos homologados que atendem diferentes setores da economia, além de promover a economia circular no próprio setor de embalagens. São geradas novas embalagens de defensivos agrícolas e tampas, além de produtos para a construção civil, transportes, setor energético e indústria moveleira. Esses artefatos são produzidos a partir da resina reciclada das embalagens vazias de defensivos agrícolas devolvidas pelos agricultores ao Sistema Campo Limpo.

Sobre Sistema Campo Limpo e o inpEV

O Sistema Campo Limpo (SCL) é o programa brasileiro de logística reversa de embalagens vazias e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas, que tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes, registrantes e canais de distribuição), com apoio do poder público. Cada um tem seu papel e suas atribuições definidas por legislação específica.

O Sistema reúne mais de 260 associações de revendas e cooperativas e atende cerca de 2 milhões de propriedades rurais em todo o País, de acordo com o censo agrícola de 2017.

Com mais de 20 anos de atuação, o inpEV, Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias, é a entidade gestora do Sistema Campo Limpo, com o processo regulamentado pela Lei Federal de Agrotóxicos nº 7.802 e seu decreto regulamentador 4.074/02, alterado em 27 de outubro de 2021 pelo Decreto 10.833/2021. É uma instituição sem fins lucrativos, formada por mais de 198 fabricantes e nove entidades representativas da indústria, canal distribuição e agricultores.

Mais informações sobre o inpEV e o Sistema Campo Limpo estão disponíveis no site www.inpev.org.br, no Facebook, Youtube, Instagram, LinkedInTikTok.

Informações para a imprensa

LVBA Comunicação

Paulo Junior | 55 11 95120-9595 | paulo܂junior@lvba܂com܂br

Harley Pinto | 55 31 97310 1518 | harley܂pinto@lvba܂com܂br

Marcelo Rodrigues | 55 11 99351 8381 | marcelo܂rodrigues@lvba܂com܂br

Valéria Allegrini | 55 11 99155 3329 | valeria܂allegrini@lvba܂com܂br

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: defensivos agrícolas, preservação ambiental, processamento de embalagens

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  
LinkedIn
YouTube
Instagram