Notícias
0

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA SEMANA (09/04/21 a 15/04/21)

Noticias Agro

Veja as principais notícias da semana no mundo Agro.

Acompanhe na integra as principais notícias do mundo agro no nosso Portal. Fique informado e compartilhe nas suas redes sociais.

Notícias gerais

Noticias Agro

Mapa registra 39 novos defensivos agrícolas

No Ato Nº 19, de 7 de abril de 2021, o Mapa deu publicidade ao resumo dos registros de 39 novas opções de defensivos agrícolas.

Entre os produtos registrados, quatro são compostos por microrganismos de controle biológico, como Beauveria bassiana, Bacillus thuringiensis, Bacillus velezensis, Bacillus subtilis. Além de cinco hormônios e baculovirus. Para a agricultura orgânica, foram registrados cinco produtos à base de Terra Diatomácea, Beauveria bassiana, Bacillus e Baculovirus.

Ver mais: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/ato-n-19-de-7-de-abril-de-2021-313498063

Embrapa Soja apresenta Programa Soja Baixo Carbono

Na sexta-feira, 16 de abril de 2021, a Embrapa Soja completa 46 anos de contribuições à cadeia produtiva da soja e como forma de comemoração lança o Programa Soja Baixo Carbono (SBC), iniciativa que pretende valorizar as boas práticas agrícolas ligadas à produção sustentável de soja.

A solenidade pode ser acompanhada no canal no Youtube (youtube.com/embrapasoja).

Ver mais: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/60672071/embrapa-soja-completa-46-anos-apresentando-programa-soja-baixo-carbono

Dia mundial do café

No dia 14 de abril foi comemorado o dia mundial do café, uma das bebidas mais populares do Brasil e do mundo.

O Brasil é o maior produtor e exportador mundial do grão. Em 2021, a produção brasileira é estimada em aproximadamente 46,7 milhões de sacas de 60kg.

O estado de Minas Gerais é o Estado com a maior produção de café arábica, com uma safra estimada em 20,7 milhões de sacas, representando 66% da produção total da espécie no País. Já o Espírito Santo é o protagonista nacional na produção de conilon, com produção estimada em aproximadamente 10,2 milhões de sacas em 2021, correspondendo a 66% da produção brasileira da espécie.

Ver mais: http://www.sapc.embrapa.br/arquivos/consorcio/informe_estatistico/VBP_02_21.pdf

Produtos da agricultura familiar com bônus em abril

Através da Portaria SPA/Mapa Nº 16, de 7 de abril de 2021, o Mapa divulgou a relação dos produtos agrícolas com bônus de desconto em abril para agentes financeiros operadores do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Os produtos e Estados beneficiados são: abacaxi (Al), açaí, (AC), banana (PB), banana (PE), cará/inhame (ES), castanha de caju (PB), castanha de caju (PE), castanha de caju (PI), juta/malva (AM), maracujá (SC) e uva (SC).

Os preços de mercado e os bônus de desconto previstos na Portaria têm validade para o período de 10 de abril de 2021 a 09 de maio de 2021.

Ver mais: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-spa/mapa-n-16-de-7-de-abril-de-2021-312904575

 Mapa renovou a autorização que beneficia pequenas indústrias de leite

Despacho do Mapa comunica que atendeu ao pleito de entidades do setor que integram a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite e Derivados e renovou a permissão para que laticínios com o Selo de Inspeção Federal (SIF) possam comprar leite a granel cru (spot) de pequenas indústrias com selos de inspeção estaduais ou municipais (serviço de inspeção diverso).

A renovação da autorização foi prorrogada até o dia 31/12/2021.

Ver mais: https://www.cnabrasil.org.br/assets/arquivos/Despacho-982.pdf

 Redução do percentual de biodiesel no óleo diesel

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), através da Resolução nº 4, de 9 de abril de 2021, estabeleceu a redução da concentração de biodiesel no óleo diesel, passando de 13% para 10%.

Conforme a Secretaria-geral da Presidência da República essa alteração tem como objetivo conter a alta no preço do óleo de soja e do biodiesel, já que o incremento das exportações de soja tende a elevar o preço destes produtos.

Ver mais: https://www.canalrural.com.br/noticias/governo-oficializa-reducao-na-mistura-de-biodiesel-ao-oleo-diesel/

Notícias do Mercado

O Valor da Produção Agropecuária cresce 12,4 % em 2021

Com destaque para o milho e soja, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) indica um crescimento de 12,4% no Valor da Produção Agropecuária (VBP) deste ano em relação ao ano passado.

O valor absoluto previsto é de R$ 1,057 trilhão, o maior já obtido nos últimos 32 anos. A contribuição das lavouras foi de 16,1% e da pecuária 5,1%. A soja e o milho juntos representam 65,4% do VBP das lavouras.

Segundo o levantamento do MAPA, o grupo de produtos com as maiores expectativas de crescimento do VBP inclui: algodão, arroz, laranja, trigo e uva.

Entre os Estados, os principais destaques são: Mato Grosso, Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Goiás, com 71,2% do VBP total.

Ver mais: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/noticias/valor-da-producao-agropecuaria-de-2021-e-12-4-maior-que-ano-passado

Apesar dos bons resultados, possíveis cortes no orçamento podem afetar a competitividade do agronegócio

Os investidores estão em fase de aguardar a aprovação do Orçamento Federal para 2021. Segundo Fabrício Rosa, diretor executivo da Aprosoja Brasil, a capacidade competitiva dos produtores brasileiros pode ser afetada caso haja cortes na subvenção econômica.

Fabrício ressalta que a principal previsão de perdas deverá ser no Pronaf, cerca de R$ 1,350 bilhão, além das operações de custeio, com corte de R$ 250 milhões e dos investimentos de R$ 600 milhões. Cenário que sinaliza aos investidores que o país não está estimulando o crescimento de produção, além de estar prejudicando os investimentos em maquinário, solo e armazém.

A Comissão de Agricultura da Câmara deve se reunir na sexta-feira (16/04) para debater os cortes no orçamento e o prazo para o presidente Jair Bolsonaro  sancionar o texto com ou sem vetos é 22 de abril.

Ver mais: https://www.canalrural.com.br/economia/orcamento-2021-corte-economia-competitividade-agro/

Aumento dos preços do etanol

Na última semana, o preço do etanol anidro fechou em alta de 4,42% e o do hidratado alta de 2,50% segundo o indicador Cepea/Esalq. O hidratado, usado nos carros flex, fechou a semana custando R$ 2,3740, já o anidro, usado na mistura com a gasolina, foi comercializado por R$ 2,6367.

Ver mais: https://www.agrolink.com.br/noticias/etanol–hidratado-sobe-2-50–e-anidro-4-42–na-semana_448693.html

Preço do Suíno sofre recuperação em abril

Segundo levantamento Cepea, depois de ter enfrentado queda em março, o preço do suíno vivo e da carne negociada no atacado apresentam forte movimento de recuperação nesta primeira metade de abril. Segundo pesquisadores do Cepea, a razão é o aumento da demanda interna assim como, os embarques da proteína in natura que seguem intensos neste mês.

Ver mais: https://cepea.esalq.usp.br/br/diarias-de-mercado/suinos-cepea-depois-de-cair-com-forca-em-marco-preco-dispara-em-abril.aspx

Queda na renda dos brasileiros força o setor de hortifruti a se adaptar

Segundo a equipe da revista Hortifruti Brasil, publicação do Cepea, da Esalq/USP, a situação de pandemia do último ano afetou significativamente o setor de Hortifruti.

As restrições em diversas regiões brasileiras em março e abril limitaram o funcionamento de importantes canais de escoamento de HF. Panorama que resultou em diminuição na demanda por HFs com consequente queda nos preços pagos aos produtores.

Segundo o Cepea, a taxa de desemprego elevada e o menor poder aquisitivo da população, força o setor de HF a buscar novos negócios e seguir se adaptando a possíveis novas alterações em 2021.

Por outro lado, o estudo indica que a busca da população por hábitos alimentares mais saudáveis pode sustentar a demanda por frutas e hortaliças, assim como, a popularização das compras de alimentos frescos on-line.

Ver mais: https://cepea.esalq.usp.br/br/releases/hf-brasil-cepea-setor-de-hf-deve-adaptar-vendas-diante-de-queda-na-renda-do-brasileiro.aspx

Produção

Novo zoneamento para a cultura de citros

Nos dias 14 e 15 de abril, foram publicadas duas portarias do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa (Portaria Nº 19 e Nº 49), que tratam do Zoneamento Agrícola de Risco Climático para a cultura dos citros.

As portarias aprovam o Zoneamento Agrícola de Risco Climático para o cultivo dos citros em regiões de clima ameno no Estado do Rio Grande do Sul e em regiões de clima quente no Estado de Mato Grosso.

O objetivo deste Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) foi identificar as áreas aptas e de menor risco climático, classificado em três níveis de risco (20%, 30% e 40%), para o ciclo anual de produção dos pomares de citros, bem como as datas mais favoráveis para a implantação do pomar, visando reduzir a variabilidade de produção interanual, a ocorrência de produtividades insustentáveis economicamente e a elevada mortalidade de plantas que ocorrem em regiões de alto risco.

O zoneamento é utilizado, por exemplo, por instituições financeiras para avaliação de crédito e seguro rural, uma vez que traz informações sobre as chances de sucesso de cada lavoura dependendo do local e da época em que for plantada.

O novo Zarc Citros inova por abranger os grupos de laranja, lima, limão (lima-ácida ‘Tahiti’), tangerina e pomelo. Uma novidade é a sua ampliação para todo o território nacional contemplando frutos cítricos com diferentes ciclos produtivos – precoce, meia estação e tardio.

Pela primeira vez, o estudo também leva em consideração riscos associados às fases de desenvolvimento de frutos, desde a floração, passando pela frutificação, até a colheita.

Ver mais: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/noticias/novo-zoneamento-traz-novidades-sobre-riscos-climaticos-para-a-cultura-de-citros

Banana: Alerta para o monitoramento da praga Foc R4T

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) alerta a cadeia produtiva da banana, no Brasil, quanto à ocorrência de sintomas da praga Fusarium oxysporum f. sp. cubense Raça 4 Tropical (Foc R4T).

A praga foi identificada na província de Sullana, próximo à fronteira do Peru com o Equador.

Embora tenha sido identificada a uma certa distância do Brasil, os cuidados redobrados são extremamente necessários, pois trata-se de uma praga quarentenária que consta na lista de prioridades do Mapa para a prevenção e vigilância fitossanitária por ser a maior ameaça para a bananicultura mundial.

O Mapa alerta sobre a importância de que os materiais de propagação não sejam adquiridos de origem desconhecida, já que essa tem sido uma importante via de disseminação da praga.

As orientações sobre identificação, sintomas e cuidados a serem observados durante ações de monitoramento podem ser consultadas no Comunicado Técnico n. 149 da Embrapa Amazônia Ocidental.

Caso sejam identificados sintomas característicos dessa praga, os Serviços de Sanidade Vegetal devem ser imediatamente comunicados.

Ver mais: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/noticias/mapa-alerta-para-reforco-no-monitoramento-de-ocorrencia-da-praga-foc-r4t-que-ataca-producao-de-bananas

Proagro cobrirá doenças causadas pela cigarrinha em lavouras de milho

Segundo o Comunicado n° 37.014 de 13/4/2021, do Banco Central do Brasil, assinado por Claudio Filgueiras Pacheco Moreira, chefe do Departamento de Regulação, Supervisão e Controle das Operações do Crédito Rural e do Proagro, em função da falta de métodos viáveis de controle ou profilaxia, o Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) cobrirá as perdas causadas pela cigarrinha Dalbulus maidis em lavouras de milho.

Além disso, os agentes do Proagro também deverão proceder a revisão de eventuais indeferimentos de pedidos de cobertura de operações, realizados a partir de 1º de julho de 2020, caso tenham sido motivados pelo entendimento de que as perdas decorrentes da presença de cigarrinha nas lavouras de milho não seriam amparadas pelo programa.

O comunicado destaca ainda, que caso sejam desenvolvidos métodos de controle ou combate técnica e economicamente exequíveis da praga, a orientação pode ser alterada futuramente.

Veja mais: https://www.bcb.gov.br/estabilidadefinanceira/exibenormativo?tipo=Comunicado&numero=37014

 Eucalipto: a busca pelo híbrido ideal

Pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente e da Esalq/USP desenvolveram estudo para entender os processos evolutivos das espécies com potencial para produzir híbridos de interesse comercial.

O trabalho concentrou-se nas principais seções do subgênero Symphyomyrtus, que reúne as nove espécies mais plantadas do mundo, com mais de 90% da área.

Segundo o pesquisador da Embrapa Meio Ambiente Laerte Scanavaca Jr., o cruzamento entre duas espécies é bastante comum, havendo a necessidade de se saber qual a vantagem de cada híbrido em um determinado ambiente em relação aos pais puros.

O híbrido pode apresentar características intermediárias que lhe conferem maior adaptação em relação aos pais puros. Isso ocorre, por exemplo, com o híbrido resultante do cruzamento E. urophylla x E. grandis, muito comum no Brasil. Por parte do E. urophylla apresenta boa produtividade na segunda rotação, maior adaptação a ambientes secos e maior resistência a pragas e doenças. Por outro lado, E. grandis proporciona características desejáveis à fabricação de celulose e papel.

De acordo com José Nivaldo Garcia da Esalq, o estudo poderá ser utilizado, por exemplo, para situações que não dispomos de nenhuma espécie bem adaptada a um determinado ambiente. Dessa forma, se pode plantar espécies próximas do mesmo subgênero neste ambiente e o híbrido resultante pode ser mais bem adaptado.

Ver mais: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162021000701001&tlng=en

Sustentabilidade

Conservação do Solo através dos Sistemas agroflorestais biodiversos

No dia 15 de abril é comemorado o dia da Conservação do Solo e os sistemas agroflorestais biodiversos (SAFs) configuram um sistema extremamente vantajoso tanto para a manutenção quanto para a recuperação das funções do solo.

Os SAFs integram espécies arbóreas e/ou arbustos implantados ou já existentes nas áreas aos cultivos agrícolas e/ou à criação de animais, empregando os preceitos agroecológicos.

A conservação do solo nesses sistemas, passa pela maior cobertura do solo, que favorece a infiltração da água no solo, contribuindo para o abastecimento do lençol freático, que, por sua vez, fortalece as nascentes e, consequentemente, os mananciais superficiais de água.

A diversidade de espécies, cujas raízes possuem características diferentes e penetram no solo em diferentes profundidades, formam dutos para a infiltração de água, além de reciclarem nutrientes que estavam em camadas profundas e trazem novamente para a camada superficial do solo.

Ver mais: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/60691759/artigo—sistemas-agroflorestais-biodiversos-conservam-e-melhoram-a-qualidade-do-solo

 

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: , , , , , , , , , , ,

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
LinkedIn
YouTube
Instagram
Menu