Internet das coisas na Agricultura

Seja bem-vindo(a) a Newsletter da Agro Insight, um espaço de artigos autorais e curadoria sobre tecnologias, sustentabilidade e gestão para o agro.

Se você ainda não é assinante, junte-se a mais de 8 mil profissionais do Agro, consultores e produtores rurais que recebem gratuitamente conteúdos de qualidade selecionados toda semana, adicionando o seu e-mail abaixo:

Internet das Coisas (IoT) na Agricultura
A Internet das Coisas (IoT), termo cunhado por Kevin Ashton em 1999, refere-se à evolução da internet de dados gerados por pessoas para dados gerados por coisas (Bertollo, Castillo e Busca, 2022). Madakam, Ramaswamy e Tripathi (2015, p. 165) definem a IoT como uma “rede aberta e abrangente de objetos inteligentes que possuem a capacidade de se auto-organizar, compartilhar informações, dados e recursos, reagindo e agindo diante de situações e mudanças no ambiente”.

Copter quad drone com câmera digital de alta resolução em campo de milho verde, agro

Aplicações da IoT e Outras Tecnologias
Diferentemente das tecnologias de informação e comunicação (TICs) de gerações anteriores, que eram predominantemente corporativas, a tríade IoT, computação em nuvem e na borda, e inteligência artificial (IA) é aplicável a diversas áreas, como segurança pública (monitoramento de imagens), saúde (monitoramento remoto de pacientes) e infraestrutura (monitoramento de tubulações).

Impacto da IoT no Setor Agropecuário
O setor agropecuário se destaca pela relevância econômica, representando aproximadamente um terço do PIB brasileiro, metade das exportações e um quinto do emprego nacional (Vieira Filho, 2022). Entre 2000 e 2019, o Brasil apresentou taxas de crescimento da produtividade total dos fatores (PTF) quase duas vezes maiores que a média mundial (Gasques et al., 2022), impulsionadas principalmente por tecnologia.

Políticas de Fomento à IoT
Vários instrumentos legais incentivam investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação no setor de TICs no Brasil, incluindo a Lei de Informática (Lei nº 8.248/1991), a Lei nº 13.969/2019 e o Decreto nº 10.356/2020. Esses regulamentos proporcionaram o surgimento de institutos de pesquisa em TICs em diversas regiões do país. Além disso, instituições como Finep, CNPq, BNDES e o Sistema S (Senai, Sebrae), entre outras, oferecem suporte à pesquisa e inovação, contribuindo para a expansão da IoT no campo.

Desafios e Oportunidades
A falta de conectividade no campo é um dos maiores desafios para a expansão da IoT no agro brasileiro. Mesmo em estados mais desenvolvidos, como São Paulo, essa realidade persiste. Uma alternativa promissora é utilizar recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para ampliar a cobertura de internet nas áreas rurais, conforme regulamentado pela Lei nº 9.998/2000 (Brasil, 2022a). A Lei nº 14.475/2022, que institui a Política Nacional de Incentivo à Agricultura e Pecuária de Precisão, prevê medidas para facilitar a adoção da IoT no campo, como a criação de redes de pesquisa, instrumentos de financiamento e estímulo a investimentos em conectividade rural.

Conclusões
A popularização da IoT no Brasil enfrenta desafios, como a necessidade de escalar além de casos de sucesso isolados e difundir a tecnologia em diversos setores. O agronegócio, um setor fundamental da economia brasileira, é um exemplo claro de como a tecnologia pode impulsionar o crescimento. Este trabalho buscou caracterizar a utilização da IoT no agronegócio brasileiro, identificar casos de sucesso e propor políticas públicas para sua expansão.

Kubota, Luis Claudio;  Rosa, Mauricio Benedeti. Internet das coisas e conectividade no campo. Disponível em: IPEA 01/07/2024

QUER SABER MAIS? Assista ao episódio 3 do especial Escancaragro! 

Não se esqueça de deixar seu like, se inscrever no canal e compartilhar essa informação!

No terceiro episódio do Especial Bahia Farm Show o tema foi conectividade e como ela é extremamente necessária para que o Agro 5.0 aconteça no campo do pequeno ao grande produtor! Falamos também do conceito de cidades inteligentes, que está crescendo cada vez mais e como isso reflete na área agrícola! Já ouviu falar? Para conversar sobre isso convidamos a Juliana Lopes e o Marion Veigas, ambos da Virtueyes, uma empresa que vem trazendo muita inovação na área de conectividade urbana e rural!

 

Se inscreva na nossa Newsletter gratuita

Espaço para parceiros do Agro aqui

Tags: agricultura, internet-das-coisas, políticas de fomento

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
LinkedIn
YouTube
Instagram